Topo

São Paulo

Toró vê injustiça em expulsão após VAR e comenta lance: "Não tive intenção"

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

2019-05-19T14:39:20

19/05/2019 14h39

O atacante Toró falou sobre a sua expulsão no empate entre São Paulo e Bahia, hoje (19), no Morumbi. O jogador do Tricolor paulista avaliou a decisão da arbitragem como injusta e ressaltou que não teve a intenção de atingir o goleiro Douglas Friedrich no lance que culminou no cartão vermelho. Ele recebeu a advertência depois que o juiz Daniel Nobre Bins consultou o VAR.

"Foi injusta a expulsão. O Liziero levou uma pancada no primeiro tempo, não teve VAR, nem amarelo, nem nada", disse o atacante.

"Não tive intenção nenhuma de machucar o Douglas, tanto que eu vou em busca da bola, mas acabei pegando um pouco ele. Eu pedi desculpa para ele porque não foi intencional", acrescentou.

A expulsão aconteceu aos 25 minutos do segundo tempo. Inicialmente, o jogador havia recebido o cartão amarelo por ter atingido o goleiro adversário com a sola da chuteira. Após analisar as imagens, no entanto, Daniel Nobre Bins mudou a decisão e mostrou o cartão vermelho ao são-paulino.

Toró acrescentou que o árbitro reconheceu que a entrada não foi intencional e, por isso, pensou que teria o cartão amarelo cancelado após a análise do vídeo.

"Ele [árbitro] falou para mim que foi um lance de jogo, que não foi intencional e em seguida foi olhar o VAR. Um lance que eu achei que ele ia tirar o amarelo, porque já tinha conversado comigo, mas depois deu o vermelho", completou.

Com um a menos, o São Paulo não conseguiu superar o Bahia e tropeçou pela segunda vez em casa no Campeonato Brasileiro. O Tricolor paulista passa a somar 11 pontos na tabela de classificação. Na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, a equipe enfrenta novamente o Bahia, no Morumbi.