Topo

Atlético-MG

Unión La Calera bate time misto do Atlético-MG na estreia na Sul-Americana

Bruno Cantini / Atlético
Time misto do Galo foi praticamente inoperante durante toda a partida e acabou derrotado por 1 a 0 Imagem: Bruno Cantini / Atlético

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-05-21T23:23:14

21/05/2019 23h23

O Atlético-MG estreou na Copa Sul-Americana enfrentando o Unión La Calera, mas não jogou bem e saiu de campo derrotado pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Lobos.

Jogando com um time alternativo, o Galo fez uma partida muito morna e acabou castigado por ser pouco produtivo. Agora, o time mineiro terá que vencer por dois gols de diferença na semana que vem para se classificar. A partida da volta será realizado na próxima terça, às 21h30 (de Brasília) no Independência.

Quem foi bem: O meia Zúñiga foi quem melhor organizou as ofensivas do La Calera. Com baixo índice de passes errados, teve bom aproveitamento nos lançamentos e ainda deixou o campo com a assistência para o gol de Lobos. Pelo Galo, Cleiton fez o possível quando foi exigido, apesar de sair de campo sofrendo o gol da vitória chilena.

Quem foi mal: Vinícius não aproveitou bem sua chance como titular. Atuando no meio, posição de sua preferência, o jogador não se encontrou e pouco acrescentou na organização das jogadas do Galo.

Chará não consegue repetir boa atuação: autor de um golaço contra o Flamengo, Chará foi o único titular no setor ofensivo do Atlético, mas não teve uma boa noite. Discreto demais, atuou mais no meio-campo defensivo e se aproximou pouco de Alerrandro.

Atuação do La Calera: o time chileno mostrou em campo exatamente aquilo que se esperava dele. Explorando muito as laterais, buscou a todo momento o centroavante Larrondo. Com 1,91m de altura, o jogador era a referência na área e foi o responsável pela melhor chance do primeiro tempo, exigindo a boa (e única) defesa de Cleiton. No início do segundo tempo, recebeu um presente de Igor Rabelo, mas perdeu um gol na cara. Mesmo sem tanta qualidade, a equipe mandante começou a gostar do jogo e foi premiada com o gol de Lobos. Sem força para produzir mais, se contentou com a vitória simples, mas importante no duelo da ida.

Atuação do Atlético: a grama sintética atrapalhou alguns jogadores do time mineiro, que demoraram a se acostumar com o tempo da bola. Cozinhando bem e sem passar sustos na primeira etapa, o Galo chegou bem pela primeira vez na cabeçada de Jair, com meia hora de jogo. No segundo tempo, o time voltou mais lento e começou a chamar os anfitriões para seu campo de uma forma perigosa, até que acabou castigado com o gol de Lobos. Só então Rodrigo Santana colocou o time para frente, mas Bruninho, Terans e Maicon Bolt não conseguiram ajudar o suficiente para marcar o gol de empate.

Cronologia do jogo: Lobos abriu o placar para o time da casa aos 18 minutos do segundo tempo. No time anfitrião, Bou e Leiva receberam o cartão amarelo, enquanto Igor Rabelo foi advertido pelo lado do Galo.

Bola para um lado, chuteira para o outro: o meia Bou protagonizou uma jogada bizarra no primeiro tempo. Sozinho, o jogador arriscou uma finalização pouco depois do meio-campo, mas pegou mal demais. A bola foi à esquerda do gol, bem distante da meta de Cleiton, enquanto a chuteira do jogador pegou o caminho contrário e foi parar dentro da grande área. Bou ainda reclamou ter sido tocado na jogada, o que não ocorreu.

UNIÓN LA CALERA-CHI 1x0 Atlético-MG

Data: 21/05/2019
Local: Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera (CHI)
Hora: 21h30 (de Brasília)
GOL: Lobos, aos 18' do segundo tempo

Unión La Calera: Batalla; Andía, Vilches, Alvarado e Wiemberg; Laba, Leiva; Walter Bou (Leyton), Zúñiga (Navarrete) e Lobos; Larrondo. Técnico: Francisco Meneghini.

Atlético-MG: Cleiton; Guga, Leonardo Silva, Igor Rabello e Patric; Adilson, Jair (Terans); Nathan (Bruninho), Vinicius e Chará; Alerrandro (Maicon Bolt). Técnico: Rodrigo Santana.