Topo

Esporte


Carro com VAR de Sampaio x Palmeiras que viralizou burlou leis de trânsito

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-05-22T16:38:01

22/05/2019 16h38

A empresa responsável por fazer o transporte da cabine do árbitro de vídeo (VAR) para o Estádio Castelão, em São Luís, palco do duelo de hoje (22) entre Sampaio Corrêa x Palmeiras, marcado para as 19h15 (de Brasília), quebrou leis de trânsito na foto que ganhou espaço na internet, horas antes do confronto. A estrutura foi flagrada na caçamba de um veículo na avenida Casemiro Júnior, na capital maranhense.

O UOL Esporte ouviu Mércia Gomes, 45 anos, especialista em Gestão e Direito Trânsito. A profissional apontou pelo menos duas infrações cometidas durante o transporte do VAR para o palco do duelo de ida da fase oitavas de final da Copa do Brasil.

O funcionário sem qualquer proteção na caçamba da caminhonete burla as leis do trânsito nos artigos 230, inciso II (infração gravíssima e apreensão do veículo) e 235 ( infração grave e retenção do carro), afirma a especialista após analisar a imagem que ganhou repercussão nas redes sociais.

"Conduzir pessoas nas partes externas dos veículos é proibido. (...) Somente é possível transportar objetos ou animais (considerados, pela legislação de trânsito, como carga viva) ou com autorização. A infração aplica-se ao ambiente completamente externo do veículo, sem qualquer proteção adicional, como sobre o teto ou o capô", explicou, antes de destacar a segunda infração que consta no código.

"No caso da caçamba da caminhonete, também é proibido o transporte de passageiros (que configura infração de trânsito específica, do artigo 230, inciso II). É proibido conduzir pessoas nas caçambas dos veículos ou qualquer outro veículo como pick-up ou carrocerias abertas", acrescentou Mércia Gomes, antes de explicar qual a maneira correta de realizar este transporte.

"Para conduzir passageiro, deve o mesmo sempre que adentrar no veículo, fazer utilização do cinto de segurança; portanto, neste tipo de veículo, o passageiro encontra-se sem qualquer segurança", acrescenta Mércia Gomes.

A CBF, em contato com a reportagem, confirmou que a cabine na imagem será utilizada no jogo de hoje e destacou o erro no transporte.

Segundo a entidade máxima do futebol brasileiro, esta não era a "forma adequada" e recomendada para a cabine do VAR chegar ao estádio de Sampaio x Palmeiras.

A confederação contrata empresas para realizar este serviço para as partidas e exige o transporte de maneira reservada. De acordo com a entidade, não houve qualquer dano ao equipamento durante o traslado para o estádio Castelão, palco do duelo pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Mais Esporte