Topo

Flamengo

Fla tenta encerrar turbulência com conversa e aposta em jogos no Rio

Alexandre Vidal / Site oficial do Flamengo
Abel Braga teve uma semana de muita conversa para tentar acertar os ponteiros no Flamengo Imagem: Alexandre Vidal / Site oficial do Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-05-25T04:00:00

25/05/2019 04h00

O Flamengo vive dias turbulentos após a derrota para o Atlético-MG por 2 a 1. Muros pichados e declarações polêmicas de técnico e dirigente deixaram o clima tenso com a torcida. Blindado no CT Ninho do Urubu, o elenco tenta superar o momento difícil e aposta nos próximos jogos realizados no Rio de Janeiro para isso.

O primeiro acontece justamente amanhã, contra o Athetico-PR, às 16h (de Brasília), no Maracanã. Na sequência, os cariocas ainda enfrentam Fortaleza (Engenhão), Corinthians (Maracanã) e Fluminense (Maracanã).

Serão quatro partidas consecutivas no Rio de Janeiro para tentar vencer e espantar a pressão, principalmente em cima do técnico Abel Braga.

Durante a semana, o comandante realizou reuniões com os jogadores e se mostrou convicto sobre o trabalho realizado. Abel cobrou uma reação rápida, de forma que o Flamengo possa trabalhar com tranquilidade e sem a interferência da parte externa no Ninho do Urubu.

"É necessário absorver tudo o que fizemos e o caminho que estamos tomando. Analisar o que podemos acrescentar das críticas e o que não é verdade. Temos um jogo importante para vencer diante da nossa torcida", disse o meia Everton Ribeiro.

Nos últimos dias, a oscilação do time durante as partidas foi intensamente debatida. O Flamengo treinou para resolver os problemas e tentará colocar em prática as mudanças diante do Athletico-PR.

"Temos autocrítica. Sabemos que em alguns jogos fizemos uma parte boa e deixamos cair depois. Isso afetou no final. Oscilamos muito. Precisamos fazer um jogo inteiro bom para pegar as críticas e transformar em resultados positivos", encerrou Ribeiro.