Topo

Brasileirão - 2019


Bahia e Flu promove duelo de Gilbertos e encontro de muitos outros xarás

Do UOL, em São Paulo

2019-05-26T22:16:04

26/05/2019 22h16

O encontro entre os tricolores Bahia e Fluminense em Salvador também promoveu outro encontro um pouco mais curioso: o de xarás. Ao todo, haviam dois Douglas, dois Ninos, três Arturs, dois Gilbertos, dois Paulos e dois Pedros no gramado da Fonte Nova.

Alguns desses xarás tiveram participação ativa na construção da vitória do Bahia por 3 a 2. Ambos os Pedros formaram o ataque do Fluminense e marcaram os dois gols do time carioca. Pedro empatou a partida em 1 a 1 de pênalti, ainda no primeiro tempo, e João Pedro marcou o segundo gol do Flu, quando o jogo já se encaminhava para o seu fim.

Lucas Merçon/Fluminense FC
Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC

Os Gilbertos deram origem ao lance mais polêmico da partida. O Gilberto, lateral do Fluminense, disputou a bola com seu xará e a bola acabou batendo o seu braço. Pênalti confirmado com auxílio do VAR. O Gilberto, atacante do Bahia, teve uma primeira chance, defendida por Agenor. Porém, o árbitro de vídeo novamente interveio, flagrando adiantamento do goleiro do Flu, que foi expulso. Após a entrada de Rodolfo, Gilberto cobrou novamente e marcou.

A diferença entre os outros xarás estava na forma como se escrevia o nome de cada um ou pela presença de apelidos ou sobrenomes. Além dos citados Pedro e João Pedro, que formavam o ataque do Flu, a linha de frente do Bahia contava com Artur, que abriu o placar, e Arthur Caíke. O Fluminense também tinha o seu: o meia Leo Artur.

Após o intervalo, o técnico Fernando Diniz promoveu a entrada de uma dobradinha de Paulos: o atacante Marcos Paulo e o camisa 10, Paulo Henrique Ganso.

Na defesa, também havia uma disputa de Ninos. O zagueiro do Fluminense e o lateral do Bahia, este mais conhecido como Nino Paraíba.