Topo

Futebol


Madri tem alerta antiterror e bate recorde de Boca x River para Champions

Policiamento no centro de Madri em área da fan fest da final da Champions League: número recorde de oficiais - Bruno Freitas/UOL
Policiamento no centro de Madri em área da fan fest da final da Champions League: número recorde de oficiais Imagem: Bruno Freitas/UOL

Bruno Freitas

Colaboração para o UOL, em Madri (Espanha)

31/05/2019 04h00

Seis meses após receber na última hora a final da Copa Libertadores, Madri encara neste sábado a missão de ser o palco da decisão da Liga dos Campeões da Europa, no duelo entre Liverpool e Tottenham. E, com alerta antiterror acionado, a capital espanhola bate o recorde de aparato de segurança para eventos esportivos, em marca que pertencia à rivalidade de Boca Juniors e River Plate.

O governo nacional anunciou durante a semana que o alerta antiterror está no nível 4 em uma escala de 5, em patamar que precisou deflagrar uma série de medidas do protocolo de defesa. A aglomeração incomum de estrangeiros torna a cidade um alvo mais evidente de ameaças por alguns dias.

O estádio Wanda Metropolitano receberá 67.800 torcedores no sábado, mas as autoridades da cidade estimam que pelo menos 30 mil torcedores estejam em Madri sem ingresso. No total, calcula-se um contingente de 100 mil visitantes de fora do país.

Foram destacados 4.700 homens das forças de segurança da Espanha para o esquema de segurança. Este número supera os cerca de 4 mil oficiais que trabalharam na organização do clássico argentino entre Boca e River no estádio Santiago Bernabéu, em dezembro passado.

"As forças de segurança e agentes fizeram um trabalho enorme, exaustivo e excelente para que possamos desfrutar", manifestou Maria Paz Garcia-Vera, representante do governo regional de Madri, em entrevista à imprensa durante a semana.

"É o maior contingente já destacado para um evento esportivo na cidade", endossou Francisco Pardo Piqueras, diretor-geral da Polícia Nacional.

Torcedores ocupam praça no centro de Madri para curtir fan fest da final da Champions League - Bruno Freitas/UOL
Torcedores ocupam praça no centro de Madri para curtir fan fest da final da Champions League
Imagem: Bruno Freitas/UOL

Drones na vigilância e torcidas separadas no metrô

Oficialmente, o esquema de segurança para a partida entre Liverpool e Tottenham começou na manhã de quinta-feira, com o início das atividades da fan fest no centro de Madri, em três pontos diferentes.

No sábado, dia do jogo, a polícia decidiu separar os torcedores dos dois times em dois pontos diferentes, em praças distantes no mapa da cidade. Os seguidores do Tottenham tomarão um caminho específico pelo metrô de Madri, sem cruzar com o itinerário dos fãs do Liverpool. As autoridades calculam que serão pelo menos 16 mil pessoas em cada um desses grupos.

Nas imediações do Wanda Metropolitano vão funcionar três barreiras de segurança. Assim, o torcedor terá que ser paciente para passar pelas etapas de verificação dos policiais. No ar, um drone vai monitorar a chegada ao estádio da decisão, emitindo imagens em tempo real a uma central de controle.

Madri recebe a final da Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2010, quando a Inter de Milão venceu o Bayern de Munique no Santiago Bernabéu, casa do Real Madrid. Desta vez a partida acontece no estádio do Atlético, localizado numa região periferia da capital espanhola, próximo ao aeroporto internacional de Barajas.

Mais Futebol