Topo

Futebol


Maicon lembra Corinthians e Atlético-MG ao falar de atual fase do Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

04/06/2019 18h42

O Grêmio vive dias incomuns no seu histórico recente. Dono de seis títulos em dois anos e meio, o time gaúcho tem acumulado derrotas no Campeonato Brasileiro e apresenta oscilação maior que o esperado na temporada. Maicon, capitão do time gaúcho, admitiu que a fase é ruim. Reconheceu que o momento é de grande desconforto. Mas lembrou de Corinthians e Atlético-MG para dizer que a queda de rendimento pode ser passageira.

A referência aos dois clubes se justifica pelos períodos vencedores recentes. Ou seja, Maicon lembrou dois casos que se assemelham (e muito) com o momento do Grêmio.

"Teve uma entrevista recente onde comentei de duas equipes com histórico vencedor. O Corinthians de 2011, que ganhou Brasileiro, Libertadores, Mundial, Recopa, Paulista e depois teve uma caída. Dentro do futebol brasileiro isso é normal. Teve o Atlético-MG de 2013 também, ganhou a Libertadores, Copa do Brasil, Recopa. Eles não ganharam o Mundial como foi com a gente também. Mas é normal no Brasil…", disse Maicon.

Com apenas uma vitória no Brasileirão, o Grêmio aparece na zona de rebaixamento. O título invicto no Campeonato Gaúcho já ficou no passado e a cobrança tem crescido a cada jogo.

"É desconfortável. A gente está acostumado a brigar para ser campeão e olhar a tabela e ver a gente muito abaixo dos primeiros colocados é ruim. A gente sabe disso. Temos conversar sobre isso. Nosso objetivo é brigar para ser campeão sempre, até pela qualidade do grupo, mas se a gente não fizer valer em campo como sempre fizemos… Nesses momentos difíceis é que precisamos vencer. Não tem como fugir", pontuou o volante e um dos líderes do elenco.

O Grêmio volta a campo no sábado, diante do Fortaleza, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo será em Caxias do Sul, às 19h (horário de Brasília).

Mais Futebol