Topo

Santos

STJD indefere pedido de liminar e Santos não terá Rodrygo contra o Galo

Fernanda Luz/AGIF
Imagem: Fernanda Luz/AGIF

Marcello De Vico e Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

2019-06-06T16:24:42

06/06/2019 16h24

O Santos não poderá contar com Rodrygo na noite de hoje, contra o Atlético-MG, no Pacaembu, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na tarde de hoje, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu o pedido de liminar solicitado pelo clube da Vila Belmiro para saber se poderia ou não utilizar o jogador sem receber uma punição.

Rodrygo foi - e ainda está - convocado para a seleção olímpica para a disputa do Torneio de Toulon, na França, mas não se apresentou e segue com o elenco santista. A diretoria, porém, teme que seja punido caso coloque o jogador em campo, e por isso fez uma consulta na noite de terça-feira ao STJD - que, por sua vez, solicitou uma posição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A entidade máxima do futebol nacional teria 48 horas para dar um parecer, mas o Santos apresentou, na noite de ontem, em caráter de urgência, uma petição solicitando uma resposta do STJD - que foi negativa.

"O Santos, ontem à noite, apresentou uma petição pedindo para que fosse apreciada a matéria independente de manifestação da CBF por conta do jogo de hoje. Em razão desse pedido do Santos, eu apreciei a matéria e indeferi a liminar. Eles já devem estar intimando ao Santos quanto a essa decisão", afirmou Paulo César Salomão Filho, presidente do STJD, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte.

O entendimento do STJD, ainda sem ouvir a CBF, é de que o Santos pode ser punido caso escale Rodrygo com o jogador ainda convocado para a seleção olímpica. O clube da Vila Belmiro já tomou conhecimento da decisão - inclusive postando uma ironia à CBF - e tirou o jogador da partida temendo uma punição. O Peixe ainda não desistiu do caso, mas não quer arriscar uma eliminação nos tribunais. No ano passado, o clube já foi prejudicado pela Conmebol pela escalação de Sánchez pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Além do jogo de hoje, o 'raio' só tem mais duas chances de entrar em campo com a camisa santista antes de se apresentar ao Real Madrid (ESP): domingo (9), novamente contra o Atlético-MG, mas pelo Brasileiro, e dia 12, contra o Corinthians, também pelo Nacional. O presidente José Carlos Peres já planejava até uma festa de despedida para o jogador no clássico.

Athletico aguarda posição por Renan Lodi

Além do Santos, o Athletico também entrou com um pedido de liminar no STJD para saber se pode escalar o lateral esquerdo Renan Lodi, que já ficou fora das partidas contra o Fluminense, pelo Brasileiro, e Fortaleza, pela Copa do Brasil. Segundo o presidente do STJD, a CBF já enviou a manifestação ao tribunal, que ainda hoje irá divulgar a decisão.

Relembre o caso

Rodrygo e Renan Lodi foram convocados no último dia 15 pelo técnico André Jardine para a disputa do Torneio de Toulon, na França, como preparação para buscar uma vaga nas Olimpíadas de Tóquio 2020.

Imediatamente após a divulgação da lista, Santos e Athletico pediram a liberação dos jogadores, mas a CBF não se pronunciou. Sem uma resposta formal, os dois não viajaram para encontrar a delegação no dia 27 e seguir rumo à França.

Mesmo assim, a CBF manteve os dois na lista de convocados, o que fez com que Santos e Athletico tirassem os jogadores das últimas partidas, temendo uma punição como a perda dos pontos.