Topo

Bahia

Roger Machado 'descarta' pausa para a Copa América: "Gostaria de seguir"

Felipe Oliveira / EC Bahia
Imagem: Felipe Oliveira / EC Bahia

Do UOL, em Santos (SP)

2019-06-07T18:41:20

07/06/2019 18h41

Cinco jogos sem perder, quatro vitórias seguidas, sexta colocação no Campeonato Brasileiro e presença confirmada nas quartas de final da Copa do Brasil após dois triunfos sobre o São Paulo. O momento do Bahia é tão bom que, em entrevista coletiva concedida ontem, Roger Machado disse preferir não ter um tempo de descanso - que virá com a pausa para a Copa América. Tudo para a boa fase durar ainda mais.

Na visão do técnico do Bahia, que ainda encara Ceará e Internacional antes da Copa América, a parada no Campeonato Brasileiro pode quebrar o embalo da equipe tricolor.

"Se me dissessem hoje se eu queria que parasse o campeonato para a Copa América, eu diria que não. Eu gostaria de seguir, porque o momento é bom. A gente sabe que a parada vai dar tempo para treinar, mas o momento que a gente vive é um momento que eu gostaria que perdurasse um pouco mais sem essa interrupção que a gente vai ter da Copa América", afirmou.

Ainda assim, Roger Machado não deixa de comemorar o período de descanso. Após encarar o Internacional, o elenco do Bahia terá 11 dias de folga.

"É importante, nesse momento que estamos com quase 40 jogos na temporada. No treinamento físico tem algo que é muito importante e se chama super compensação. O jogo e o treino deprimem o organismo e o nível de condicionamento e, se você não tem um tempo adequado, o desgaste vai comendo o fôlego. Quando você tem esse tempo um pouco maior, a curva começa a subir e você ganha muito em condicionamento com o descanso um pouco mais prolongado", analisou.

"Claro que não dá para o jogador chutar o balde, né? Tem um mínimo de recomendação com relação à alimentação, um trotezinho ou algo assim é sempre importante. Mas esse descanso é muito bem-vindo, até porque foram 40 jogos, metade da temporada. Se tivesse todo o ano um recesso desse período para os atletas, com certeza eles se lesionariam menos, o rendimento seria maior e, por consequência, o jogo seria melhor", completou.

O Bahia volta aos gramados nesse sábado para encarar o Ceará, na Arena Castelão. O duelo, válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, acontece às 19h30 (de Brasília).