Topo

Futebol


Principais artilheiros da temporada atuam fora do eixo Rio-SP

divulgação/Cruzeiro
Campeão mineiro, Fred comemora gol do Cruzeiro sobre o Atlético-MG Imagem: divulgação/Cruzeiro

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-06-08T04:00:00

08/06/2019 04h00

Nem Borja, Deyverson, Pato ou Gabigol: a lista dos principais artilheiros do ano até aqui tem no Top 3 apenas jogadores atuando longe de Rio ou São Paulo. O principal deles, aliás, ganhou destaque marcando duas vezes contra o Corinthians.

Edson Cariús, do Ferroviário-CE, atualmente líder do Grupo A da Série C do Brasileiro, tem 18 gols em 19 jogos e lidera o índice em número cheio e média. Ele tem 30 anos e marcou duas vezes no jogo contra o Corinthians, em março, pela Copa do Brasil.

Logo depois de Cariús vem um rosto conhecido dos torcedores dos clubes da elite: Fred, do Cruzeiro, com 16 gols em 26 jogos. A maioria dos gols do cruzeirense, porém, foi anotada no Campeonato Mineiro: 12. Outros quatro foram marcados na Libertadores, o último deles contra o Deportivo Lara, na última rodada da fase de grupos. Entre Brasileirão e Copa do Brasil, o ex-camisa 9 da seleção já vive um jejum de nove jogos sem balançar as redes.

O terceiro colocado no ranking é Gilberto, do Bahia, com 16 gols em 30 jogos. O atacante do Tricolor Baiano foi o artilheiro da Copa do Nordeste 2018 com oito gols, ao lado de Júnior Santos, do Fortaleza, mesmo com o time de Salvador sendo eliminado na primeira fase da competição.

A seguir aparece o primeiro jogador a atuar nos estados mais ricos do futebol brasileiro: Luciano, do Fluminense, balançou as redes por 15 vezes em 30 jogos até aqui. O Top 10 ainda tem Rodrigão, emprestado pelo Santos ao Coritiba, com 14 gols em 15 jogos, seguido de Jefinho (ABC-RN, 14/18), Hernane (Sport, 14/19), Daniel Amorim (Avaí, 14/24), Gabigol (13/24) e Bruno Henrique (13/25), ambos do Flamengo, e Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, com 13 gols em 25 jogos.

Além disso, a artilharia da Série A pertence a Everaldo, da Chapecoense, com 4 gols - ele divide a ponta com Gabigol e Bruno Henrique. E a maior média de gols marcados por jogo apenas entre os clubes da Série A pertence ao argentino Marco Ruben, do Athletico, com 12 gols em 16 partidas disputadas até aqui.

Mais Futebol