Topo

Seleção Brasileira


Filipe Luís apoia Tite e diz que pai de Neymar acertou ao ir a vestiário

Neymar chora no banco de reservas após deixar amistoso contra o Qatar com dores - Ueslei Marcelino/Reuters
Neymar chora no banco de reservas após deixar amistoso contra o Qatar com dores Imagem: Ueslei Marcelino/Reuters

Bruno Grossi, Danilo Lavieri, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

11/06/2019 20h00

A ida do pai de Neymar ao vestiário do estádio Mané Garrincha em Brasília, logo depois do camisa 10 machucar o tornozelo na partida contra o Qatar, quarta passada (5), foi bem recebida por outros jogadores. Para o lateral-esquerdo Filipe Luis, um dos melhores amigos do atacante na seleção brasileira, foi uma das melhores decisões ele já viu serem tomadas.

"Em 2010, quando quebrei a perna, a primeira pessoa do meu lado no vestiário era minha esposa. A única coisa que eu queria estar era com ela, ela foi me apoiando e dando a mão. Se ela não estivesse, seria péssimo em um momento complicado. Tudo que estava acontecendo com ele [acusação de estupro], ainda torce o tornozelo, se a mãe estivesse lá tinha que descer a irmã, todos. O vestiário é sagrado, mas a família é sagrada", disse Filipe Luis após o treino desta terça (11), no Pacaembu.

Houve questionamentos pela presença de Neymar pai no vestiário momentos após a lesão de Neymar, já que o técnico Tite costuma dizer que o vestiário é sagrado. Não é comum familiares dentro dos vestiários, mesmo em caso de lesões. Tite, porém, também aprovou a presença do pai do atleta no local e disse que abriria a porta duas vezes se necessário.

"No jogo normalmente somos só nós jogadores, mas nesse caso foi um momento único e a melhor decisão que vi na vida", completou o lateral.
Ele contou que continua conversando com Neymar, após o corte -- eles gostam de fazer apostas, como brincadeira, em jogos específicos. Sem Neymar no elenco, a aposta da final da NBA entre Golden State Warriors e Toronto Raptors, na noite de segunda-feira, foi com Thiago Silva e Allison.

"Mesmo sem entender nada de basquete", brincou.

Mais Seleção Brasileira