Topo

Futebol


Inter bate o Bahia com gol duvidoso, VAR e falhas de goleiros

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

12/06/2019 23h25

O Internacional bateu o Bahia em um jogo cheio de peculiaridades. Hoje (12), no Beira-Rio, pela nona rodada do Brasileiro, o Colorado contou com um gol duvidoso de Lindoso e uma falha do goleiro Douglas em gol de Sobis para abrir vantagem. Mas Marcelo Lomba também falhou e o Bahia descontou. D'Alessandro, por fim, definiu o 3 a 1.

No lance de Lindoso, houve marcação de impedimento, participação do VAR e após aproximadamente três minutos, o árbitro assinalou o gol, gerando revolta dos baianos. No feito de Sobis, um chute fraco acabou com erro grave do goleiro que tocou na bola e caiu com ela dentro do gol. Mas em seguida, Marcelo Lomba falhou em saída do gol e Fernandão descontou. D'Alessandro, que completou 450 jogos com a camisa do Inter, definiu o jogo.

Com 16 pontos, o time gaúcho é quarto colocado na classificação e vai para o recesso com 100% de aproveitamento em casa. Já o Bahia soma 14. As posições de ambos podem mudar ao fim da rodada. Inter e Bahia encerraram suas participações na primeira parte do Brasileiro. O campeonato para em razão da realização da Copa América e os jogos só voltam em julho. Na 10ª rodada, o Colorado pega o Athletico Paranaense e o Bahia pega o Santos.

Foi bem: Lindoso se firma na ausência de Dourado

Com a lesão de Rodrigo Dourado, coube a Lindoso assumir a titularidade do Inter. E ele atingiu todos os objetivos propostos. Conseguiu contribuir defensivamente e ainda participou ofensivamente marcando gols e dando bons passes.

Foi mal: Douglas comete erro grave em gol do Inter

O goleiro Douglas fazia boa partida. Havia evitado ao menos dois gols do Inter. Mas numa batida fraca de Sobis, calculou errado a trajetória da bola e acabou levando um frango. Chegou a tocar na bola, caiu com ela para dentro do gol e foi vilão na derrota de sua equipe.

D'Alessandro completa 450 jogos

D'Alessandro completou 450 jogos pelo Inter. Em campo, o argentino distribuiu bons passes, dribles e ainda marcou bastante. Com a insistência do Bahia pelo lado esquerdo, D'Ale, aberto pela direita, teve que acompanhar Moisés, 14 anos mais jovem. No fim da partida, marcou seu primeiro gol em 2019, o da vitória do time gaúcho.

Desempenho do Inter: Gol com VAR muda um jogo complicado

O Internacional começou com muitas dificuldades. Acuado pela postura do Bahia, o time da casa não conseguia encontrar o caminho do gol. Tanto que não havia criado praticamente nada até chegar ao gol. E num lance polêmico. Cruzamento de Zeca, cabeceio de Sobis que encontrou Lindoso. O ex-botafoguense tocou para a rede, mas a partida ficou parada por aproximadamente três minutos para conferência do árbitro de vídeo, que assinalou o gol. O lance foi bastante duvidoso.

Desempenho do Bahia: Começo bom e revolta com gol

E foi o gol de Lindoso que desestabilizou o Bahia dentro e fora de campo. Depois de começar muito bem a partida, os comandados de Roger Machado sentiram muito o feito, até pela maneira que ocorreu. Muita reclamação tomou o reservado, com cartões apresentados ao treinador e ao auxiliar Roberto Ribas, e nervosismo também dentro das quatro linhas. Com isso, o Inter ainda criou mais ao menos duas chances em contra-ataques e foi o Bahia que passou a não conseguir concluir suas ações ofensivas.

Despedida de Alvez

Ainda sem renovação com o Inter e com contrato vencendo no fim do mês, Jonatan Alvez entrou no segundo tempo. O uruguaio não terá direitos comprados e deve voltar ao Júnior de Barranquilla, da Colômbia, clube com o qual tem contrato.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 1 BAHIA
Data
: 12/06/2019 (quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn
Renda: R$ 503.765,00
Público: 17.153 (total)
Cartões amarelos: Roger Machado (técnico), Roberto Ribas (auxiliar técnico), Ramires (BAH); Cuesta (INT)
Gols: Rodrigo Lindoso, do Inter, aos 17 minutos do primeiro tempo; Rafael Sobis, do Inter, aos 16 minutos do segundo tempo; Fernandão, do Bahia, aos 32 minutos do segundo tempo; D'Alessandro, do Inter, aos 36 minutos do segundo tempo;

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Zeca, Roberto, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Patrick), Edenílson, Nonato, D'Alessandro (Wellington Silva) e Nico López (Alvez); Rafael Sobis.
Técnico: Odair Hellmann

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Flavio (Rogério), Elton e Douglas Augusto (Shaylon); Arthur Caíke, Fernandão e Eric Ramires
Técnico: Roger Machado

Mais Futebol