Topo

Seleção Brasileira


Edu Gaspar tem multa de R$ 8 milhões, mas CBF abrirá mão se ele quiser sair

Edu Gaspar, coordenador de seleções, durante treino no Pacaembu - Lucas Figueiredo/CBF
Edu Gaspar, coordenador de seleções, durante treino no Pacaembu Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Bruno Grossi, Danilo Lavieri, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

13/06/2019 12h21

Edu Gaspar, coordenador de seleções da CBF, tem uma proposta para virar diretor do Arsenal, da Inglaterra, clube no qual atuou na carreira e pode deixar o Brasil logo depois da Copa América-2019, que começa nesta sexta (14). Há uma multa no contrato do ex-jogador de R$ 8 milhões, segundo apurou o UOL Esporte. A entidade, porém, abrirá mão do valor caso ele queira sair.

Membro da comissão técnica da seleção, Sylvinho deixou a CBF em maio ao receber proposta para ser treinador do Lyon, da França. Também houve um acordo para liberá-lo sem pagamento de multa.

Dentro da CBF a saída de Edu é dada como quase certa e nomes já são falados para substituí-lo. Juninho Paulista, que assumiu recentemente cargo de diretor de desenvolvimento na confederação brasileira, é um nome cogitado. O ex-jogador Kaká também foi lembrado, mas ele deve na verdade aparecer em outra função, como espécie de embaixador da CBF fora do país.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, tem garantido também a permanência de Tite como técnico da seleção, mesmo em caso de derrota na Copa América que será jogada no Brasil. O treinador tem contrato até a Copa de 2022.

Mais Seleção Brasileira