Topo

Santos

Santos utilizará período sem jogos para acelerar novas reformas da Vila

Divulgação/Santos FC
Acesso atual do time mandante na Vila Belmiro - e como ficará o da equipe visitante Imagem: Divulgação/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

2019-06-14T04:00:00

14/06/2019 04h00

O Santos irá aproveitar o intervalo sem jogos, por conta da parada para a Copa América, para acelerar as novas obras na Vila Belmiro. O Peixe pretende colocar um novo placar eletrônico no estádio e reformular o acesso do visitante ao gramado, além da sala de imprensa do vestiário adversário.

No mês passado, o UOL Esporte publicou com exclusividade uma entrevista com Fernando Volpato, Executivo de Operações, onde ele explicou tudo que já havia sido feito e os próximos passos das reformas na Vila.

A obra mais adiantada é a do placar, que até já estaria pronta não fosse o presidente José Carlos Peres ter surgido com uma nova ideia. A princípio, o Santos iria aumentar o telão que já possui, aproveitando totalmente a estrutura que já está colocada acima das arquibancadas dos portões 7 e 8.

Divulgação/Santos FC
Como é hoje a entrada do time visitante, que será alterada Imagem: Divulgação/Santos FC
No entanto, o presidente sugeriu que, ao invés de aumentar o placar que já existe, fosse feito um novo placar e colocado no lado oposto do estádio, acima da arquibancada do portão 24. A ideia é até padronizar as alturas de ambos os lados para ter um ganho estético.

Além disso, o Peixe pretende revitalizar o acesso do visitante ao gramado e deixar no mesmo padrão que foi feito com os túneis do Santos e da arbitragem, todo em vidro. A sala de imprensa visitante, hoje muito precária, também receberá uma atenção e será remodelada.

A primeira fase das obras no estádio ocorreu no início deste ano e fechou a Vila Belmiro por cerca de três meses. Várias foram as melhorias feitas, mas as mais notadas pela torcida foram a modernização das lanchonetes - que hoje tem um serviço bastante elogiado - e a substituição dos alambrados por vidros.

Construções antigas localizadas atrás do 'gol do placar' foram demolidas e melhoraram a visão do torcedor na "linha do gol". Os camarotes térreos, antes isolados completamente, tiveram os vidros rebaixados e facilitaram o contato dos jogadores com os familiares que vão ao jogo.

O Peixe ainda aguarda a visita de Roberto Diomedi, CEO do Bolton Group, empresa que chegou a anunciar oficialmente a construção de uma nova arena para o Santos. Peres confirmou as conversas com o grupo, mas disse que o anúncio foi precipitado. Caso não entre em acordo com os investidores, o clube deve buscar novos interessados para dar andamento no projeto de retrofit da Vila.