Topo

Esporte


Suárez lamenta fase vivida por Neymar e revela conversa: "dei ânimo a ele"

AP Photo
Luis Suárez durante amistoso do Uruguai Imagem: AP Photo

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-06-14T14:10:13

14/06/2019 14h10

A entrevista coletiva de Luiz Suárez às vésperas da estreia do Uruguai na Copa América foi marcada por perguntas sobre o amigo Neymar. O problema pessoal do craque brasileiro, envolvido em uma acusação de estupro, a possível volta ao Barcelona e a lesão no tornozelo direito foram temas abordados pelo atacante.

O camisa 9 confirma que possui um grupo de Whatsapp com os amigos Lionel Messi e Neymar e revela o teor de algumas conversas com os amigos que defenderam juntos o Barcelona.

"Não é esse nome [Sudacas], mas é verdade que temos um grupo [de WhatsApp]", disse o centroavante.

"[Quando o Neymar se lesionou], nós demos muito ânimo, muita força. Como qualquer jogador quando perde um torneio importante por sua seleção em seu país, ele fica muito triste. Ney obviamente ficou muito triste", acrescentou.

Luis Suárez não esconde que a ausência do jogador atrapalha a seleção brasileira, mas ainda assim vê o time de Tite forte na briga pela Copa América.

"O Brasil perde muito obviamente, mas não tira o fato de o Brasil ter grandes jogadores. É o que é a seleção do Brasil. Os rivais não ganham nada, porque não muda o Brasil como equipe", comentou.

Outro assunto abordado na entrevista concedida por Luis Suárez foi a acusação de estupro de Neymar. O craque precisou prestar depoimento à Polícia por conta do caso com a modelo Najila Trindade.

"É um tema muito delicado, prefiro ficar à parte disso, mas ele tem meu apoio, como tem o de todos os amigos deles", declarou o atacante, que ainda comenta uma possível volta do amigo ao Camp Nou:

"Obviamente que demonstramos muito no Barcelona em nível mundial. Seria um prazer jogarmos juntos, mas é normal neste período de mercado falarem de muitas contratações", concluiu.

Mais Esporte