Topo

Futebol

Seleção Brasileira feminina


Formiga se emocionou depois de entorse, e seleção promete jogar por ela

Formiga disputa a bola com a australiana Tameka Yallop durante jogo da Copa do Mundo feminina - Pascal Guyot/AFP
Formiga disputa a bola com a australiana Tameka Yallop durante jogo da Copa do Mundo feminina Imagem: Pascal Guyot/AFP

Ana Carolina Silva

Do UOL, em Lille (França)

15/06/2019 13h22

Formiga torceu o tornozelo esquerdo na derrota do Brasil por 3 a 2 para a Austrália, na quinta-feira (13), e se emocionou no vestiário. A volante não vai enfrentar a Itália na terça (18), em duelo que define a vida da seleção brasileira na Copa do Mundo feminina, mas o grupo promete jogar por ela. Afinal, se o time não se classificar para as oitavas, a veterana pode não voltar a disputar o torneio na carreira.

"O pensamento de todo mundo é de dar um passo a mais. A gente sabe da importância de conseguir a classificação para a modalidade, e com certeza a Formiga com seus 41 anos... Tá certo? [risos] Isso, 41 anos, e o tanto que ela corre dentro de campo. Com certeza, vamos fazer pela Formiga e pelas outras que podem ou não se aposentar depois da Copa", disse Bia Zaneratto após o treino de hoje (15).

A reação de Formiga no vestiário do Stade de la Mosson, em Montpellier, foi relatada ao UOL Esporte por Marco Aurélio Cunha, coordenador de futebol feminino da CBF. Como o médico Nemi Sabeh não podia deixar o banco de reservas durante o segundo tempo, Marco, que é ortopedista, ficou com a atleta no vestiário. Eles viram os últimos 45 minutos juntos, pela televisão.

O dirigente explicou que Formiga não chorou copiosamente, mas estava com dores e tinha lágrimas nos olhos. Ela cumpre suspensão por acúmulo de cartões amarelos e não enfrentará a Itália de qualquer maneira; por isso, a previsão é de que seja reavaliada com novos exames na segunda-feira (17), véspera do jogo.

Mais Seleção Brasileira feminina