Topo

Grêmio muda negócio de Lincoln após veto a percentual de investidor

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

15/06/2019 04h00

Lincoln jogará no Santa Clara, de Portugal, mas vai chegar ao futebol português em um negócio diferente. Depois de encaminhar operação definitiva, o Grêmio iniciou tratativas para alterar o formato da negociação. A antiga promessa das categorias de base gremista será emprestado ao clube europeu. Tudo em virtude da posição dos portugueses, que não aceitaram a manutenção de percentual do pelo Grupo DIS.

O UOL Esporte mostrou que Grêmio e DIS negociavam termos para a saída de Lincoln. O fundo de investimento tem 34% dos direitos econômicos do meia.

A mudança no formato do negócio, antes definitivo e agora por empréstimo, vai impedir que o Santa Clara leve adiante percentual do Grupo DIS. O clube português se negou a fechar acordo com terceiro envolvido na divisão dos direitos.

O Grêmio, então, encontrou a saída de emprestar Lincoln com opção de compra. Assim, o clube gaúcho atende aos dirigentes portugueses e também não encerra a participação do Grupo DIS nos direitos do jogador. A transferência ainda não foi sacramentada, mas está em fase adiantada. Com troca de minutas.

Lincoln tem contrato com o Grêmio até 2020. Formado nas categorias de base do Grêmio, ele foi lançado por Felipão aos 16 anos.

Depois de aparecer bem em treinos e nos primeiros jogos como profissional, em 2015, Lincoln não conseguiu sequência. Foi emprestado ao Rizespor, da Turquia, e depois América-MG.