Topo

Como a Copa América virou vitrine importante para São Paulo segurar garotos

Arboleda pode estar de saída do Tricolor e joga Copa América tentando se valorizar - DOUGLAS MAGNO / AFP
Arboleda pode estar de saída do Tricolor e joga Copa América tentando se valorizar Imagem: DOUGLAS MAGNO / AFP

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

16/06/2019 04h00

Em delicada situação financeira, o São Paulo espera que a Copa América faça as vezes de vitrine para Arboleda e David Neres. A diretoria tenta evitar a venda de jovens promessas de seu elenco, por isso trata o zagueiro como o principal ativo para aliviar seu cofre - e tanto melhor se o atacante trocar de clube na Europa.

O próprio Arboleda já deixou claro seu desejo de sair do país, de modo que a transferência parece cada vez mais provável. Uma venda por bons valores poderia ser a solução para todos os envolvidos, e neste cenário a Copa América é uma vitrine ideal para mostrar aos times interessados a qualidade do zagueiro em nível internacional.

Um dos pilares da seleção do Equador, Arboleda estreia na competição às 19 horas (de Brasília) de hoje, contra o Uruguai, no Mineirão. É a oportunidade para o zagueiro são-paulino marcar Luis Suárez ou Edinson Cavani, dois dos principais atacantes do futebol mundial.

O São Paulo ainda acompanha com carinho o desempenho de David Neres, cria de Cotia que foi vendida ao Ajax (HOL) em 2017 e agora é cobiçado por gigantes europeus. Ele chama ainda mais atenção por ter virado titular da seleção brasileira, e a especulação é grande em torno de seu futuro. Uma transferência poderia render uma bolada ao Tricolor: além de ter 20% de seus direitos econômicos, o clube ainda teria direito a mais 3,5% por conta do mecanismo de solidariedade da Fifa.

O São Paulo espera por uma ou outra transferência para tentar evitar a venda de jovens jogadores - o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, repete sempre que pode que não tem intenção em se desfazer das promessas. Mas há sondagens: Helinho, por exemplo, está na mira da Inter de Milão e já foi até observado por um olheiro da equipe italiana.

O momento financeiro do São Paulo inspira cuidados. Como o UOL Esporte revelou nesta semana, o clube já tomou empréstimos de mais de R$ 37 milhões desde janeiro para ter fluxo de caixa neste primeiro semestre. Os motivos da situação preocupante são vários, desde as eliminações precoces na Copa do Brasil e na Libertadores até uma mudança de forma de pagamento de receitas por parte da TV Globo.