Topo

Futebol


Após revés, Argentina se blinda e evita público até o jogo com o Paraguai

Divulgação/AFA/Argentina
Seleção argentina chega ao estádio Independência para treinamento Imagem: Divulgação/AFA/Argentina

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-06-17T12:48:41

17/06/2019 12h48

O momento é delicado e requer privacidade. Depois do revés por 2 a 0 para a Colômbia na estreia da Copa América 2019, a Argentina quebrou o protocolo e preferiu se fechar na preparação para o jogo contra o Paraguai, depois de amanhã, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo B.

Em Belo Horizonte desde a noite de ontem, a equipe adotou o silêncio e a privacidade para cuidar de seus jogadores e da comissão técnica em um momento complicado.

Hospedada na região Centro-Sul de Belo Horizonte, a delegação argentina não terá contato com o público nem com jornalistas até amanhã. O treino realizado no fim da manhã de hoje, no estádio Independência, foi totalmente fechado. A comissão técnica optou por impedir a filmagem até do aquecimento de seus jogadores.

A blindagem também será feita no período da tarde. É habitual que as equipes concedam entrevistas coletivas diárias em um torneio como a Copa América. No entanto, não haverá bate-papo com a imprensa.

A AFA (Assosciação de Futebol Argentino) só deixará que seus atletas e o técnico Lionel Scaloni se pronunciem na noite de amanhã, quando haverá uma entrevista coletiva no Mineirão, palco do jogo de quarta-feira, contra o Paraguai.

A Albiceleste ocupa a quarta posição do Grupo B da Copa América 2019, sem pontuar. Paraguai e Qatar têm um ponto cada depois do empate em 2 a 2 na estreia. A Colômbia lidera a chave por conta da vitória sobre os argentinos.

Mais Futebol