Topo

Esporte


Colômbia tira lições do Brasil para evitar surpresa contra o Qatar em SP

Gabriel Carneiro/UOL
Carlos Queiroz, técnico da seleção da Colômbia Imagem: Gabriel Carneiro/UOL

Diego Salgado, José Edgar de Matos e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-06-18T18:04:25

18/06/2019 18h04

A Colômbia passou a primeira rodada da Copa América com louvor. A vitória por 2 a 0 sobre a Argentina, em Salvador, imediatamente colocou a equipe cafetera como uma das favoritas a alcançar as fases mais longínquas do torneio. O discurso, no entanto, é oposto. Tanto que, diante do Qatar, rival de amanhã (19), o técnico Carlos Queiroz prega grande ponderação.

Em entrevista concedida no fim da tarde hoje (18), no estádio do Morumbi, o treinador português admitiu que tirou lições do Brasil para preparar o time rumo ao compromisso de quarta-feira. A seleção de Tite venceu o Qatar por 2 a 0, mas sofreu com oportunidades criadas pelos árabes durante o segundo tempo - o campeão da Ásia perdeu um pênalti.

"O Brasil controlou o jogo e foi muito bem, mas, no segundo tempo, tirou o pé do acelerador e poderiam ter sofrido o gol de pênalti. É uma lição para nós, obrigando a todos termos a atenção para toda partida de campeonato. Teremos pela frente uma equipe que joga bem e é muito perigosa", ponderou o comandante da equipe colombiana.

"Tem que respeitar sempre. Entendo bem sobre estarmos na América do Sul e não conhecermos bem o que se passa na Ásia. Eles lá também não sabem o que se passa na Bolívia e no Paraguai. Quando estamos na Europa ou na América do Sul, pensamos sempre nos grandes, olhamos mais para nós e esquecemos que fora dos nossos países e do continente investem no futebol", acrescentou.

Fora o exemplo analisado diante do Brasil, Carlos Queiroz ressaltou a equipe asiática pelo desempenho na estreia. O Qatar ficou dois gols atrás do marcador, buscou o empate e teve chance de vencer o Paraguai, domingo (16), no Maracanã.

"Qatar está aí para mostrar que há bom futebol na Ásia, vimos o que se passou com o Paraguai. Parecia que o jogo estava definido, mas eles empataram e poderiam ter vencido. Aprendemos bem as lições do futebol: nada fácil, nada chega fácil e ninguém te dá presente. Tem que trabalhar o máximo e fazer o melhor, já que os Deuses do futebol são maus", encerrou.

A Colômbia pode se aproximar da classificação às quartas de final, em caso de vitória sobre o Qatar no Morumbi. A equipe lidera o grupo de maneira isolada, em virtude do triunfo sobre a Argentina.

Mais Esporte