Topo

Botafogo

Xerife, Carli vira 'professor' e consagra mais um companheiro no Botafogo

Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Gabriel se firmou como 'companheiro de Carli' e vive grande fase no Botafogo Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-06-20T04:00:00

20/06/2019 04h00

Joel Cali chegou ao Botafogo em 2016 e imediatamente teve dificuldade para se firmar no clube. O então técnico Ricardo Gomes não gostava do desempenho do argentino nos treinamentos, mas mudou de ideia ao dar uma oportunidade em uma partida oficial. O defensor virou uma das referências do grupo e formou boas duplas de zaga desde que chegou.

Mais que isso, o zagueiro ficou conhecido no Botafogo por consagrar seus companheiros, normalmente mais jovens. O primeiro foi Emerson Santos. Formado nas categorias de base, o defensor se firmou ao lado de Carli e foram juntos até o fim do Campeonato Brasileiro, marcado pela arrancada após Jair Ventura assumir.

Emerson Santos optou por não renovar contrato e foi afastado pelo clube em 2017 até ser vendido para o Palmeiras. Deu espaço para o aproveitamento de outro jovem zagueiro atuar ao lado de Joel Carli. Igor Rabelo assumiu o posto e não decepcionou. O destaque foi tanto que a dupla permaneceu por duas temporadas inteiras: 2017 e 2018.

No início deste ano, Rabello acabou sendo vendido ao Atlético-MG para que o clube carioca pudesse quitar salários atrasados. Na negociação, o Botafogo ainda pediu pela chegada de Gabriel por empréstimo de dois anos. E foi justamente o novo jogador que assumiu o posto de 'companheiro de Carli'.

"Muito fácil e difícil falar do Carli. É um cara sensacional, realmente o considero um líder, um espelho para nós. O que ele ajuda é sensacional. Tenho esse privilégio de jogar ao lado dele, essa parceria tem dado muito certo", disse o zagueiro do Botafogo em entrevista coletiva antes do recesso para a Copa América.

Os elogios de Gabriel mostram a gratidão do jovem zagueiro que chegou a uma nova casa e foi beneficiado por jogar ao lado de um dos líderes do elenco acostumados a consagrar os companheiros. Melhor para Gabriel, melhor para o Botafogo.