Topo

Seleção Brasileira


Willian recusa mais de R$ 150 milhões da China para seguir na Europa

Willian durante treino da seleção brasileira no Pacaembu - Lucas Figueiredo/CBF
Willian durante treino da seleção brasileira no Pacaembu Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Bruno Grossi, Danilo Lavieri, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

21/06/2019 04h00

Chamado de última hora por Tite para a seleção brasileira, Willian ainda é alvo de propostas milionárias no mercado do futebol. O meia-atacante recusou mais de R$ 150 milhões em uma oferta de contrato de três anos do Shanghai Greenland Shenhua, do futebol chinês.

O estafe do jogador negou ter recebido qualquer oferta, mas o UOL Esporte teve acesso aos detalhes da proposta: o time toparia pagar 20 milhões de euros (mais de R$ 86 milhões) ao Chelsea pela liberação imediata do brasileiro logo após a Copa América. Além disso, os chineses ofereceram 12 milhões de euros (mais de R$ 52 milhões por ano) de salário, que ainda poderia aumentar de acordo com metas. O título do campeonato chinês, por exemplo, renderia um extra de mais de R$ 4 milhões.

O acordo ainda oferecia outros benefícios, como o aluguel de um apartamento pago pelo clube, bem como dois carros com motoristas e uma taxa para ser gasta com passagens de avião.

Willian não se interessou e recusou a proposta. Seu desejo é continuar na Europa. Com mais um ano de contrato no Chelsea, ele já conversa com a equipe inglesa por uma renovação e pretende continuar por lá por pelo menos mais duas temporadas.

Enquanto negocia, ele virou notícia na Europa por conta de propostas do Barcelona e do Atlético de Madri. A imprensa europeia afirma que o Chelsea não topou abrir conversas em propostas até superiores ao do futebol chinês. Em mais seis meses, o brasileiro fica livre para assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

Willian tem 30 anos e está no Chelsea desde 2013 e já disputou duas Copas. Ele não seria convocado para a Copa América, mas virou a primeira opção de Tite para substituir Neymar, que rompeu ligamentos do tornozelo e foi cortado.

Mais Seleção Brasileira