Topo

Futebol


Atlético-MG vai estourar cota de estrangeiros, e uruguaio pode deixar clube

Meia-atacante é pouco aproveitado no Atlético-MG e pode deixar o clube por causa do limite de estrangeiros - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Meia-atacante é pouco aproveitado no Atlético-MG e pode deixar o clube por causa do limite de estrangeiros Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

23/06/2019 04h00

O Atlético-MG poderá se desfazer de um dos seus gringos no segundo semestre da temporada. Com as recentes contratações de Lucas Hernández e Ramón Martínez, além do retorno de Rómulo Otero, a equipe ultrapassará o limite de cinco estrangeiros no plantel, o que pode fazer com que um deles deixe a equipe.

Atualmente, o time mineiro já conta com o atacante Yimmi Chará e os meias Cazares e David Terans. Este último, porém, vem recebendo cada vez menos oportunidades, e dificilmente será aproveitado com mais frequência. Contratado em junho do ano passado, Terans nunca se firmou na equipe. Em 2019, entrou em campo por dez vezes, mas só duas no comando de Rodrigo Santana.

Como o contrato de Terans vai até o meio de 2023, o jogador pode ser repassado por empréstimo a outra equipe. Este possível novo clube pode ser o Peñarol, time do seu país natal. De acordo com a imprensa do Uruguai, o técnico Diego López tem interesse em contar com o jogador, e uma transferência por empréstimo pode acontecer em breve. Vale lembrar que os clubes já negociaram recentemente o lateral esquerdo Lucas Hernández, que já assinou com o Galo e será uma das novidades na representação dos jogadores, marcada para a tarde de amanhã.

De acordo com o regulamento da CBF, nenhuma equipe está proibida de ter mais de cinco atletas estrangeiros em seu plantel. Porém, este é o número máximo de gringos permitido pela entidade para ser relacionados em uma mesma partida. Além disso, Terans não é reserva imediato no setor ofensivo do Galo, e ainda enfrenta concorrência de outros reservas mais utilizados, como Maicon Bolt, Vinícius, Geuvânio e Nathan.

Mais Futebol