Topo

Futebol

Seleção Brasileira feminina


Vadão cai nas oitavas de final da Copa do Mundo pela segunda vez seguida

Naomi Baker - FIFA/FIFA via Getty Images
Imagem: Naomi Baker - FIFA/FIFA via Getty Images

Ana Carolina Silva

Do UOL, em Le Havre (França)

23/06/2019 18h40

Vadão caiu nas oitavas de final da Copa do Mundo feminina pela segunda vez consecutiva. O atual treinador perdeu hoje (23) para a França, por 2 a 1 na prorrogação, em Le Havre, e estava no comando da seleção brasileira na edição de 2015, no Canadá, quando caiu diante da Austrália.

Em 2011, o técnico era Kleiton Lima, mas, de qualquer forma, não houve oitavas de final naquela edição - o torneio teve apenas 16 seleções no total, e quem se classificava na fase de grupos caía diretamente nas quartas. O Brasil nunca esteve tão perto do título quanto em 2007, ano em que foi vice-campeão.

Vadão, por sua vez, tem sido amparado pela conquista da Copa América de 2018. Entretanto, a competição sul-americana conta com seleções consideravelmente mais frágeis do que as europeias, como Alemanha, França e Holanda, e norte-americanas, como Estados Unidos e Canadá.

Depois disso, sua equipe sofreu nove derrotas consecutivas na preparação para o Mundial. É importante destacar que esta é a segunda passagem do treinador pelo cargo. No intervalo entre a primeira e a atual, houve breve trabalho de Emily Lima, que hoje comanda o Santos.

Em sua primeira passagem, Vadão caiu nas semifinais dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Neste caso, vendeu caro a derrota nos pênaltis para a Suécia após empate por 0 a 0 no tempo normal; Cristiane e Andressinha desperdiçaram suas cobranças.

Mais Seleção Brasileira feminina