Topo

Futebol


Atlético-MG confirma efetivação de Rodrigo Santana como treinador

Bruno Cantini/Atlético-MG
Rodrigo Santana é confirmado como técnico efetivo do Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-06-24T17:25:24

24/06/2019 17h25

O Atlético-MG anunciou, na tarde de hoje, a efetivação de Rodrigo Santana como treinador do clube. A promoção foi anunciada por Rui Costa, diretor de futebol do clube, por meio de entrevista coletiva na Cidade do Galo, durante a reapresentação do elenco. Ele vinha atuando como interino desde 11 de abril, quando Levir Culpi foi demitido.

"O Atlético passa a ter o Rodrigo como seu treinador de futebol. É um profissional que conquistou com trabalho, coragem e, acima de tudo, qualidade, o espaço que tem hoje no clube. É importante a legitimação que me parece oportuna necessária. O Rodrigo é definitivamente o treinador do Clube Atlético Mineiro", declarou por meio de pronunciamento.

O dirigente ainda confirma a contratação de Daniel Félix, ex-profissional do Flamengo, como novo coordenador de preparação física do Galo. Ele ainda confirma Eder Aleixo e Lucas Gonçalves como assistentes de Rodrigo.

Perguntado sobre a escolha por Rodrigo Santana depois de tentar vários nomes - Tiago Nunes, Rogério Ceni, Jorge Jesus e Juan Carlos Osorio foram procurados -, o diretor de futebol do clube se manifestou:

"A confirmação do Rodrigo é fruto de um trabalho que foi feito sem improvisação. Quando o clube estabeleceu uma metodologia de trabalho, o Rodrigo era o primeiro nome para comandar o clube, ainda que de forma interina, para buscarmos o novo perfil. O Rodrigo foi conquistando esse espaço no trabalho. Sempre disse que estava buscando alguns nomes, mas a cada momento, ele demonstrava a todos nós que estava capacitado para este momento", declarou.

"Eu sempre procurei protegê-lo. Quando dizíamos que buscávamos um perfil e dávamos a ele condição de trabalho, era para permitir que ele pudesse mostrar tudo o que mostrou para nós. Não é a confirmação, mas a legitimação de uma confiança", acrescentou.

Mais Futebol