Topo

Cruzeiro

Situação financeira ruim deve impedir Cruzeiro de repor peças após recesso

@fclokomotiv/Twitter
Murilo foi negociado com o Lokomotiv Moscou, mas grana da venda será utilizada para pagar salários atrasados Imagem: @fclokomotiv/Twitter

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-06-24T04:00:00

24/06/2019 04h00

O Cruzeiro vai começar o segundo semestre sem alguns jogadores que estavam no clube antes da parada para a Copa América. Porém, apesar de ter perdido Murilo e da iminência de se despedir de Lucas Silva, a crise financeira atravessada pela equipe deverá impedir a diretoria de correr atrás de reforços para repor as saídas.

Na semana passada, a diretoria confirmou a venda do zagueiro Murilo para o Lokomotiv Moscou, da Rússia. O defensor foi vendido por 2,5 milhões de euros (R$10,89 milhões), mas o clube teve direito a ficar apenas com 60% do valor, o equivalente a R$ 6,5 milhões. Além disso, o montante será utilizado para pagar os salários referentes ao mês de maio, que ainda não foram quitados pela diretoria para os funcionários que recebem mais de R$ 2,5 mil. A situação é tão crítica que levou a cúpula a vender o jogador por um preço bastante inferior ao montante oferecido em 2017, quando recusou 4 milhões de euros (R$17,4 milhões) pelo atleta.

No início do ano, o Cruzeiro abriu mão de Manoel e negociou o jogador com o Corinthians, já que ele não teria espaço com Mano Menezes. Além de Léo e Dedé, o treinador ainda contava com Fabrício Bruno, Murilo e Cacá entre os reservas. Desta vez, a baixa verba para contratar um suplente a altura faz com que o clube busque nas categorias de base algum atleta para reforçar o plantel principal.

Outra posição que terá um desfalque no segundo semestre é a de volante. Lucas Silva está emprestado pelo Real Madrid somente até o meio do ano e dificilmente ficará na Toca da Raposa, já que o clube espanhol deseja negociá-lo com outra equipe da Europa e lucrar com o atleta antes do fim do seu contrato.

Apesar de não ser o titular da posição, Lucas era frequentemente lembrado por Mano Menezes, principalmente nos momentos que Lucas Romero era improvisado na lateral direita. No setor, o treinador ficará agora apenas com Ariel Cabral e Jadson entre os suplentes. Por isso, o garoto Ederson, que veio do time sub-20, deve passar a receber mais chances daqui para frente.