Topo

Futebol


Tira-teima? Paraguaio "parou" Cebolinha na Arena, mas levou golaço em casa

Juan Mabromata/AFP
Ivan Piris, do Paraguai, jogou contra Everton na Libertadores, pelo Libertad Imagem: Juan Mabromata/AFP

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-06-26T04:00:00

26/06/2019 04h00

A boa fase de Everton tiraria o sono de qualquer lateral direito prestes a o enfrentar. Não é diferente com Iván Piris, de 30 anos, do Paraguai, de olho nas quartas de final da Copa América. Porém, o jogador do Libertad teve uma experiência boa contra o gremista na Libertadores deste ano. Ainda que tenha sofrido no jogo de volta.

Foi em 12 de março deste ano, pela fase de grupos da competição continental. Seu time bateu o Grêmio por 1 a 0 na Arena em atuação apagada do Cebolinha.

Em campo durante os 90 minutos, o atacante da seleção brasileira só venceu o lateral paraguaio uma vez. E na conclusão, colocou para fora. Chegou a ser deslocado para o lado oposto, e por lá tentou outras duas conclusões. O Grêmio chutou mais, teve mais posse, mas não conseguiu furar o bem montado sistema defensivo visitante, que na frente conta com Óscar Cardozo, também da seleção.

É exatamente este jogo que está na memória da imprensa paraguaia nos dias que antecedem as quartas de final da Copa América. Mas o duelo seguinte entre Piris e Cebolinha foi bem diferente.

O Libertad já estava classificado e o Tricolor precisava da vitória no jogo do returno, em Assunción. Foi quando Everton brilhou sobre o oponente que irá rever nesta quinta.

No Defensores del Chaco, Everton entrou pelo meio ao receber enfiada e driblou Piris duas vezes antes de colocar na rede o primeiro gol do jogo. Enquanto o paraguaio ficava no chão, o brasileiro saía para comemorar o golaço. No segundo tempo, Everton ganhou novamente da zaga, dessa vez não do lateral da seleção, e colocou nas redes o gol que definiu o placar de 2 a 0.

Brasil e Paraguai poderá ser o tira-teima entre a jovem estrela do time de Tite e o experiente lateral que já passou até pelo São Paulo. O jogo será às 21h30 (de Brasília), quinta-feira, na casa do Grêmio.

Mais Futebol