Topo

Seleção Brasileira


Com Anitta, encerramento da Copa América terá cerimônia curta no Maracanã

Danilo Lavieri, Marcel Rizzo, Pedro Lopes e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Teresópolis

05/07/2019 13h49

Pouco antes de os jogadores de Brasil e Peru entrarem no gramado do Maracanã para a final da Copa América, a cerimônia de encerramento da competição vai ocorrer e durar somente dez minutos, segundo a organização para que aconteça mais próximo do horário de início da partida (17h) e para poder ter a maior parte dos torcedores que acompanharão o confronto já dentro do estádio.

E terá a presença da cantora brasileira Anitta, que fará um dueto com o porto-riquenho Pedro Capó, famoso nos países de língua espanhola.

"Fiquei feliz com o convite, esporte e música andam muito juntos, em todos os aspectos, conversam muito os integrantes do esporte e da música. Vi na abertura representantes do Brasil e de outros países da América Latina, é bom estar aqui fazendo parte com o Pedro", disse Anitta. Na abertura, no dia 14 de junho no Morumbi, em São Paulo, o brasileiro Léo Santana e a colombiana Karol G participaram do show.

A cerimônia de encerramento será uma continuação do show de abertura, um segundo ato segundo a organização. No Morumbi o foco foi em 12 crianças, dos 12 países participantes (os dez da América do Sul e os convidados Japão e Qatar), que contou um pouco a cultura de cada uma das nações. A festa que vai encerrar terá 400 pessoas no palco, vai começar às 16h35 e a ideia é que logo que acabar as duas seleções finalistas entrem no gramado. "Será uma espécie de link da festa com os times entrando", disse Thiago Jannuzzi, gerente de competições do COL (Comitê Organizador Local).

Anitta, que participou da festa de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, respondeu sobre a dificuldade para que o legado prometido após a Olimpíada seja implementado na cidade. Para ela, a experiência de cada evento melhora a organização e o que pode oferecer à população.

"Em cada etapa que passa é um aprendizado, em anos anteriores pode não ter sido perfeito, mas em cada vez que passa se aprimora. No início dessa Copa América, eu estava lá fora do país, a repercussão era muito boa do que estava acontecendo aqui, apesar de outros eventos que não teve repercussão tão boa, estava trabalhando esse teve comentários bem positivos", disse Anitta.

Mais Seleção Brasileira