Topo

Esporte


Árbitro de Brasil x Argentina se defende e diz que VAR não teve dúvidas

Do UOL, em São Paulo

09/07/2019 14h00

O árbitro Roddy Zambrano, pivô da polêmica na partida entre Brasil e Argentina, pela semifinal da Copa América, rompeu o silêncio hoje (9). Em entrevista à rádio ecuatoriana "Super K-800", ele disse que o VAR não o chamou no lance envolvendo Arthur e o zagueiro Otamendi, dentro da área brasileira.

"Não vi a jogada, vi apenas um jogador caído. Otamendi também foi para cima, não foi uma cotovelada. O VAR revisou e determinou que era uma jogada 50-50, não me chamou para vê-la, não entenderam que era uma jogada de pênalti claro. Com as notícias de hoje, digo que poderiam ter me chamado", disse ele.

O lance aconteceu aos 38 minutos do segundo tempo. O zagueiro argentino se chocou com Arthur dentro da área brasileira, durante um escanteio, e ficou no chão. O VAR foi acionado, mas mandou o jogo seguir - o árbitro não achou necessário consultar o lance na TV. Veja a sequência:

Reprodução
Imagem: Reprodução

Reprodução
Imagem: Reprodução

A partida também teve outro lance polêmico, aos 25 minutos do segundo tempo. Os argentinos reclamaram que Daniel Alves teria feito um pênalti em Sergio Agüero. No lance, os dois se chocaram quando Messi tentou um passe em profundidade para o camisa 9. No contra-ataque, Gabriel Jesus disparou e tocou para Roberto Firmino ampliar. Veja o momento do choque polêmico:

Reprodução
Imagem: Reprodução

Reprodução
Imagem: Reprodução

Neste caso, Zambrano entendeu que se fosse para marcar algo, seria uma falta de Sergio Agüero. "A primeira jogada é clara que há um pisão de Agüero. É quase uma falta temerária no defensor (Daniel Alves). Por que não mostram a câmera atrás do gol", completou.

Mais Esporte