Topo

Futebol


Justiça determina afastamento de Itair Machado do Cruzeiro

Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, deve se afastar do cargo imediatamente - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, deve se afastar do cargo imediatamente Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

10/07/2019 19h04

Itair Machado está afastado do cargo de vice-presidente de futebol do Cruzeiro. O cartola recebeu, na noite de hoje, o comunicado que deve se retirar imediatamente do posto na Toca da Raposa II. O afastamento é fruto de uma ação cível movida por conselheiros e sócios do clube. Entre eles, o ex-mandatário Gilvan de Pinho Tavares. O vice-presidente de futebol repassou o caso aos advogados e não vai se manifestar, de acordo com a assessoria de imprensa do clube.

O documento assinado pelo juiz Octávio de Almeida Neves diz: "defiro a tutela de evidência recursal e afasto imediatamente o agravado Itair Machado de Souza do cargo de Vice-Presidente de Futebol do Cruzeiro Esporte Clube".

"Por consequência, o agravado fica impedido de praticar quaisquer atos de gestão inerentes ao cargo de Vice-Presidente de Futebol do Clube e de se valer de qualquer dos poderes outorgados no instrumento de procuração firmado pelo Cruzeiro (documento de ordem 16)", acrescentou.

Há seis dias, a justiça havia indeferido o pedido de afastamento do vice-presidente de futebol, feito por um grupo de 31 pessoas, entre sócios e conselheiros. O ex-mandatário Gilvan de Pinho Tavares e o antigo membro do Conselho Fiscal, Celso Luiz Chimbida, estão entre os agravantes da ação que corre na 12ª Câmara Cível de Belo Horizonte.

O grupo pleiteava o afastamento imediato de Itair Machado, o que aconteceu na noite de hoje, um dia antes do clássico diante do Atlético-MG, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Mais Futebol