Topo

Esporte


Milan e Inter apresentam projeto de novo estádio à prefeitura de Milão

Atual estádio na cidade de Milão - AP Photo/Luca Bruno
Atual estádio na cidade de Milão Imagem: AP Photo/Luca Bruno

Do UOL, com informações da ANSA

10/07/2019 11h59

O Milan e a Inter de Milão anunciaram hoje, em um comunicado conjunto, que apresentaram à prefeitura de Milão um projeto que inclui a construção de um novo estádio na cidade. A documentação consiste em um estudo técnico e de engenharia detalhado, que ainda não inclui um componente arquitetônico.

De acordo com os clubes, a entrega do "Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica" para o novo estádio de Milão marca o "primeiro passo oficial na jornada de construção de um bairro urbano moderno, sustentável e acessível na área de San Siro, construído em torno de um novo estádio de classe mundial".

Sobre a nova construção, o comunicado informa que se "trata de um novo estádio moderno, de aproximadamente 60 mil assentos, na área adjacente ao atual (Giuseppe) Meazza (estádio pertencente à cidade de Milão e com concessão aos dois clubes)".

O estudo, segundo os clubes, foi elaborado de acordo com a chamada Lei do Estádio, que promove o desenvolvimento de infraestruturas esportivas na Itália. O comunicado ainda informa que "todos os investimentos serão realizados pelo Milan e Inter de Milão, que em troca receberão um direito de superfície de 90 anos".

O custo inicial estimado do projeto é de mais de 1,2 bilhão de euros (cerca de R$ 5 bilhões) e prevê também a construção de uma área de lazer nos arredores do estádio com lojas e espaços para o público praticar esportes. O objetivo é tornar o local um "destino vibrante" para turistas e torcedores, além de criar mais de 3,5 mil novos empregos.

Caso o documento apresentado for aceito pela prefeitura de Milão, os dois times vão trabalhar em um plano definitivo, que incluirá o design arquitetônico do novo estádio. Segundo o Milan, um "processo competitivo" será lançado para selecionar o melhor projeto.

Ambos os clubes analisaram diversas opções sobre o futuro do San Siro. No entanto, o Milan informou que de todas as perspectivas, demolir o estádio e construir uma nova arena "é a melhor solução possível" para os times e a cidade.

O clube rossonero afirmou que para revitalizar o atual San Siro precisaria de uma "reforma completa" e isso poderia ocasionar diversos riscos e "complicações imprevisíveis".

A demolição do San Siro está sendo um tema que está causando muito atrito entre a prefeitura de Milão e os dois principais clubes da cidade. Os times querem derrubar o estádio para construir uma nova arena, enquanto o prefeito da capital lombarda deseja que a cerimônia dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 seja realizada no tradicional estádio italiano.

As duas equipes não informaram o tempo que levará para o novo San Siro ficar pronto. No entanto, o Milan desejou anteriormente que o estádio já esteja de pé para a temporada 2023/2024.

A construção de uma nova arena iria na direção contrária do dossiê enviado por Milão ao Comitê Olímpico Internacional (COI). No documento, a cidade italiana garantiu que a abertura dos Jogos seria feita no gramado Giuseppe Meazza.

O estádio, que foi inaugurado em 1926, passou pela sua última grande reforma no final dos anos 1980, quando fez o terceiro anel, realizado em função da Copa do Mundo de 1990, disputada na Itália.

Mais Esporte