Topo

Futebol


Renato Gaúcho minimiza empate do Grêmio em casa e culpa 'falha coletiva'

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

10/07/2019 22h33

Renato Gaúcho culpou 'falha coletiva' do Grêmio para justificar o empate diante do Bahia, hoje (10), em Porto Alegre. Depois de sair na frente, o time gaúcho levou o 1 a 1 e na reta final da primeira partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil quase tomou a virada.

O Grêmio ficou com 10 em campo nos últimos minutos por causa de Felipe Vizeu. O atacante levou a pior em dividida com Lucas Fonseca e torceu o joelho.

"O jogo foi um bom jogo, principalmente por parte do Grêmio. Dominou praticamente a partida inteira. Criamos situações, fizemos o primeiro gol e fomos ao vestiário com a vantagem. Conversei com o grupo, pedi para tomarem muito cuidado com o início do jogo. Infelizmente levamos o empate e no finalzinho tivemos o problema com o Vizeu", disse Renato.

Mais adiante, o treinador voltou a falar sobre o empate do Bahia e foi definitivo.

"Infelizmente houve uma falha, falha coletiva e o Bahia fez. Ali eles cresceram. No momento que o Grêmio se expõs, com um a menos… Se a gente não falha ali, a chance de o Grêmio fazer o segundo gol era grande", opinou Renato Portaluppi.

Antes de abrir o placar com Everton, em pênalti no final do primeiro tempo, o Grêmio acertou a trave com Jean Pyerre. Após levar o empate, o poder de fogo não foi tão grande. André, a grande surpresa na escalação inicial, teve presença explicada pelo treinador.

Grêmio e Bahia voltam a se enfrentam na quarta-feira da próxima semana, dia 17, em Salvador. Quem vencer, vai à semifinal. Novo empate, independente do placar, leva a disputa aos pênaltis.

Mais Futebol