Topo

Inquieto Jesus mostra cara no Fla e encara torcida dividida

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/07/2019 04h00

Jorge Jesus finalmente fez sua estreia pelo Flamengo no empate por 1 a 1 com o Athletico-PR, na Arena da Baixada, na última quarta-feira. O português já teve que encarar a ira da torcida logo em seu primeiro ato. Sem contar com Rafinha ainda, Rodinei foi titular na lateral. Mas o que realmente irritou foi a escolha de barrar Diego para manter Willian Arão no time principal.

Jesus ainda conseguiu mostrar seu potencial durante o segundo tempo ao mexer no time e mudar a postura da equipe, que perdia e reagiu ao arrancar o empate. O treinador percebeu que seu trabalho não será nada tranquilo no Flamengo.

Expectativa

Jorge Jesus gerou grande expectativa na torcida. O português é o maior vencedor de seu país e caiu nas graças da torcida antes mesmo do primeiro jogo. E a empolgação aumentou ainda mais durante o período de treinamentos. O novo treinador esboçou um time mais ofensivo, com Diego na vaga de Willian Arão ou Cuellar, que ficou bastante tempo fora por conta da disputa da Copa América.

Torcida reage com velhos conhecidos entre titulares

A empolgação deu uma verdadeira murchada com a divulgação do time titular para a partida contra o Athletico-PR. Diego apareceu banco de reservas e Willian Arão surgiu novamente ao lado de Cuellar. Há uma explicação. O meia sentiu dores musculares na última semana e não treinou com o grupo. Além disso, Rafinha não fez sua estreia e ficou os 90min no banco de reservas para Rodinei. A torcida não quis saber das explicações e deixou claro que não gostou nem um pouco disso.

Sufoco no início

Para piorar, o desempenho do time foi muito ruim no primeiro tempo. Pressionado pelos donos da casa, o Flamengo quase não conseguiu chegar ao gol adversário. A verdade é que o Athletico estava muito mais próximo de abrir o placar e até mesmo merecia uma sorte melhor.

Mexe bem no segundo tempo e arranca empate

Jorge Jesus, porém, mostrou no segundo tempo porque gerou tanta expectativa nos torcedores. Ele sacou Cuellar, recuou Willian Arão e lançou Diego em campo. Além disso, trocou Vitinho por Everton Ribeiro. A melhora foi imediata. O Flamengo melhorou, arrancou o empate e controlou o duelo. Mais próximo do fim do jogo, o português voltou à tática original com a entrada de Piris da Motta na vaga de Bruno Henrique para garantir o empate fora de casa.

Inquieto e adepto de duras cobranças

O técnico Jorge Jesus mostrou que é daqueles que não param um segundo sequer. O português andava de um lado para o outro e mostrava muita irritação com determinados fatos. Após um erro de posicionamento de Vitinho em um dos gols anulados do Athletico-PR, ele deu uma senhora bronca no atacante, que chegou a reagir e foi contido por companheiros.

Insistência com Arão gera críticas a Jesus

Jorge Jesus já sentiu um pouco do gostinho do que significa treinar o Flamengo. Logo em sua estreia, insistiu em manter Willian Arão entre os titulares. A decisão se mostrou totalmente impopular entre os torcedores que reclamaram bastante nas redes sociais. O português fez elogios ao atleta após o empate: "volante inteligente e com intensidade".

O que achou da estreia de Jorge Jesus no Flamengo?

Resultado parcial

Total de 2459 votos
41,36%
17,08%
41,56%
Total de 2459 votos