Topo

Com problema cardíaco, Adilson deve anunciar aposentadoria aos 32 anos

Adilson, durante partida entre Atlético-MG e Nacional - DOUGLAS MAGNO / AFP
Adilson, durante partida entre Atlético-MG e Nacional Imagem: DOUGLAS MAGNO / AFP

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

12/07/2019 10h12

Adilson, volante do Atlético-MG, voltou a apresentar um problema cardíaco nos últimos dias e deve anunciar a aposentadoria do futebol na tarde de hoje. A informação foi divulgada pela Rádio Incofidência e confirmada pelo UOL com duas pessoas ligadas ao jogador de 32 anos.

O meio-campista está afastado desde o início da semana para resolver questões pessoais, de acordo com a assessoria de imprensa do clube mineiro. Na verdade, ele foi liberado para cuidar da situação clínica.

Procurado para comentar o caso, o Galo diz que vai se manifestar sobre o assunto na tarde de hoje, quando o elenco se reapresenta para voltar aos treinamentos após a derrota por 3 a 0 para o arquirrival Cruzeiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil 2019.

A reportagem apurou que Adilson faz monitoramento da situação cardíaca desde o período em que defendeu o Terek Grozny, da Rússia. O volante teve um problema diagnosticado no leste europeu e precisou de um acompanhamento na Alemanha. A situação, no entanto, não o impediu de jogar futebol por mais tempo.

Em seu terceiro ano na Cidade do Galo, Adilson disputou 97 partidas pelo Atlético e marcou dois gols. Em sua passagem pela capital mineira, ele venceu apenas o título estadual de 2017.

Com a possível aposentadoria de Adilson, o Atlético terá seis volantes no elenco comandado por Rodrigo Santana. Zé Welison, Elias, Jair, Ramón Martínez e Lucas Cândido estão à disposição da comissão técnica. Gustavo Blanco se recupera de lesão e voltará aos gramados em 2020 somente.

A última partida de Adilson pelo Atlético foi em 13 de junho passado, no empate em 1 a 1 contra o São Paulo, na Arena Independência. Na ocasião, ele participou de 85 minutos do confronto.