Topo

Barroca foca em manter a "pegada" do Botafogo em meio aos protestos do time

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/07/2019 04h00

Técnico do Botafogo, Eduardo Barroca tem respeitado a decisão dos jogadores de protestar contra os salários atrasados não concedendo entrevistas à imprensa. O treinador, porém, tem se preocupado em fazer com que a equipe não perca a pegada que tem caracterizado o time neste Campeonato Brasileiro.

Após o empate em 0 a 0 contra o Cruzeiro, ontem (14), no Mineirão (BH), o treinador frisou esta questão na coletiva:

"Meu lado é preservar o lado desportivo. Estou satisfeito com aquilo que os jogadores fizeram".

Na partida diante dos mineiros os jogadores alvinegros mantiveram o protesto e não deram entrevista.

Na saída de campo, o meia Alex Santana limitou-se a agradecer o prêmio da TV Globo de "melhor do jogo" em enquete junto a internautas e comentaristas da casa: "obrigado".

Apesar de todos os contratempos, Barroca elogiou o Botafogo no Mineirão:

"Botafogo fez uma partida linear. Quarta vez em 10 jogos que o Botafogo não sofre gols no Brasileiro".

Atualmente o clube deve dois meses de salários atrasados e conta com novos acordos de patrocínio para tentar amenizar a crise.

No próximo domingo o Alvinegro recebe o Santos no estádio Nilton Santos.