Topo

Bahia: Escalação de árbitro de decisão contra o Grêmio "podia ser evitada"

Bráulio da Silva Machado, de SC, será o árbitro de Bahia x Grêmio na Fonte Nova - Getty Images
Bráulio da Silva Machado, de SC, será o árbitro de Bahia x Grêmio na Fonte Nova Imagem: Getty Images

Marcello De Vico

Do UOL, em Santos (SP)

16/07/2019 16h51Atualizada em 17/07/2019 10h31

Bahia e Grêmio fazem, na noite de amanhã, na Arena Fonte Nova, às 19h15 (de Brasília), o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil - o duelo de ida terminou empatado por 1 a 1. Bráulio Machado, de Santa Catarina, foi o árbitro escalado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para comandar a partida, algo que não caiu muito bem entre os tricolores baianos.

Assim que souberam do nome do juiz que apitaria a partida, os torcedores do Bahia passaram a questionar a sua escalação (veja no fim da matéria), por dois motivos em especial: por se tratar de um árbitro do sul e por ter acumulado polêmicas em jogos que apitou do Grêmio - a torcida divulgou até um "dossiê" com lances em que Bráulio Machado teria favorecido a equipe gaúcha.

Entre os lances citados, estão um gol contra o Botafogo, em 2017, após suposta bola na mão de Luan (veja abaixo), e uma expulsão de Paolo Guerrero logo no primeiro lance de um Grêmio x Flamengo na Arena Grêmio, em 2015. Nos dois jogos, o time gaúcho venceu por 2 a 0.

Na visão do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, a escalação de Bráulio Machado para essa partida decisiva poderia ter sido evitada pela Comissão de Arbitragem da CBF.

"Eu acho que podia ter sido evitado. Tantos árbitros bons, do mesmo nível que ele disponíveis, mas sem ser de um estado da mesma região, podia ter sido evitado. Agora o que nos resta é confiar de que ele vai colocar a qualidade dele em prática para apitar um jogo tão importante. Eu acho que, de fato, para que a própria Comissão de Arbitragem se protegesse, e para a proteção do próprio árbitro, poderia ter sido evitado. É uma falta de cuidado. Mas a gente confia que não vai acontecer nada de mais e que vai ocorrer tudo bem", disse em entrevista ao UOL Esporte.

Sobre o dossiê feito pela torcida com lances que o árbitro teria favorecido o Grêmio, o presidente tricolor disse que isso prova o equívoco da CBF ao escalá-lo para o jogo de amanhã.

"É mais um motivo que mostra que poderia ter sido evitado. Tem coisas que uma simples análise faz com que a própria CBF se proteja e proteja seus árbitros. Esse árbitro escalado para a nossa partida errou ou, no mínimo, foi polêmico nos três últimos jogos do Grêmio. Pra quê? E ele sendo de Santa Catarina. Pra quê escalar ele? Era o primeiro a ser vetado. Às vezes, parece que está querendo que não dê certo", acrescentou Guilherme Bellintani.

Procurado pelo UOL Esporte para comentar sobre a escalação do árbitro, o presidente da Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Leonardo Gaciba, disse: "Não tenho comentários".