Topo

Novela com Tardelli e Vizeu lesionado fazem Grêmio buscar novo atacante

Renato Gaúcho admitiu que Grêmio procura reforços e situação de atacantes agrava o caso - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Renato Gaúcho admitiu que Grêmio procura reforços e situação de atacantes agrava o caso Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

16/07/2019 12h00

A indefinição na situação de Diego Tardelli e a lesão no joelho de Felipe Vizeu pegaram o Grêmio de surpresa. Antes convicto de que não iria precisar de reforços para o ataque, o clube gaúcho agora vive dias de sondagem ao mercado da bola. A ideia é contratar cara nova para o restante da temporada. A eventual saída de Tardelli facilitaria a missão.

A facilidade sem Tardelli é maior pelo fôlego a ser adquirido. Sem o camisa 9, a folha salarial é aliviada em cerca de R$ 1 milhão (salário e adicionais previstos em contrato).

A coluna De Primeira mostra hoje (16) que Diego Tardelli não planeja trocar o Grêmio por outro clube brasileiro. O jogador só cogita deixar Porto Alegre em caso de oferta do exterior.

Os dirigentes gremistas estão atentos aos passos de Tardelli. Mesmo depois da manifestação do jogador, afirmando que deseja ficar no Rio Grande do Sul, há clima de incerteza sobre o futuro do jogador. Prevendo uma saída, o Grêmio tem olhado o mercado.

"Essa é uma conversa interna, uma conversa minha com o presidente. Com a diretoria. A gente tem conversado, trocado ideias e buscado jogadores. Não adianta trazer por trazer, é preciso buscar. Mas a gente precisa. Perdemos Vizeu, Marinho saiu, Montoya saiu. Até então, só saíram. Mas isso é um problema interno e a gente tem trocado ideias", disse Renato Gaúcho, sábado, depois da vitória em cima do Vasco.

Atualmente, o Grêmio tem dois jogadores à disposição para atuar como centroavante: André e Da Silva, jovem promovido do time de transição após lesão de Felipe Vizeu. Para atuar como meia-atacante na direita, Alisson e Thaciano - além de Pepê, originalmente reserva de Everton.

O Grêmio volta a campo nesta quarta-feira (17), diante do Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O time gaúcho precisa de vitória para se classificar no tempo normal. Em caso de novo empate (no jogo de ida o resultado foi 1 a 1), a decisão vai para os pênaltis.