Topo

São Paulo vence jogo-treino com boa atuação de Vitor Bueno e novatos

Vitor Bueno, meia do São Paulo, em jogo-treino contra o Votuporanguense - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Vitor Bueno, meia do São Paulo, em jogo-treino contra o Votuporanguense Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

17/07/2019 18h06

O dia do São Paulo foi dividido em duas partes no CT da Barra Funda. Enquanto os titulares fizeram trabalho tático, em que o goleiro Tiago Volpi sentiu incômodo na perna direita, os reservas disputaram um jogo-treino contra o Votuporanguense. O Tricolor venceu a equipe que da Série A-2 do Campeonato Paulista por 2 a 0, gols de Vitor Bueno e Diego.

Bueno foi o melhor em campo na atividade. Além de ter aberto o placar, teve bom desempenho em cobranças de escanteio e conseguiu abrir espaços na defesa rival por não guardar posição. Se estava centralizado no ataque, recuava e permitia a chegada dos meias. Se era um dos pontas, entrava por trás do lateral na área para concluir, como no lance do gol, aproveitando jogada entre Léo e Igor Gomes, com cruzamento do lateral-esquerdo.

Cuca escalou o seguinte time no primeiro tempo, no esquema 3-4-3: Jean, Walce, Willian Farias e Anderson Martins; Calazans, Igor Gomes, Lucas Fernandes e Léo; Helinho, Toró e Vitor Bueno. O teste não funcionou muito bem e Jean precisou fazer duas grandes defesas à queima roupa nos minutos iniciais. O técnico retomou o 4-3-3 e o São Paulo passou a dominar o jogo-treino.

Lucas Fernandes e Igor Gomes se revezavam na hora de recuar e construir a saída de bola, com o primeiro apresentando um bom desempenho para quem está voltando de férias após uma temporada em Portugal. Por outro lado, Calazans não teve o mesmo sucesso improvisado na lateral direita. Willian Farias também foi mal.

No intervalo, Cuca tirou justamente Calazans e Willian para as entradas de Igor Vinícius e Diego, volante recém-promovido da base. Fabinho, outro do time sub-20, entrou na vaga do discreto Helinho. As mudanças deixaram o Tricolor melhor, com mais ímpeto. A evolução ficou ainda mais nítida quando Gabriel Sara tomou o lugar de Lucas Fernandes e Rodrigo Nestor, o de Igor Gomes.

O meio de campo totalmente sub-20 mostrou entrosamento e muita atitude. Sara exigiu três grandes defesas do goleiro do Votuporanguense e ainda cruzou para Diego definir o placar do jogo-treino em cabeçada. Em um de seus chutes potentes, Vitor Bueno chegou a marcar de novo, mas o lance foi anulado por impedimento.

Helinho ainda voltaria para o time, bem como Calazans, agora na lateral esquerda. Cuca se mostrou satisfeito com a resposta dos novatos, embora tenha ficado incomodado em vários momentos do primeiro tempo.