Topo

Futebol


Comissão e diretoria do Atlético-MG se dividem por reforços e ânimo no time

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

18/07/2019 04h00

O Atlético-MG junta os cacos e passa a pensar no futuro após a eliminação para o Cruzeiro na noite de ontem, pela volta das quartas de final da Copa do Brasil. Dois aspectos se tornam fundamentais na rotina do clube. A diretoria busca reforços, enquanto a comissão técnica quer manter o ânimo do plantel na briga por Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro.

O diretor de futebol Rui Costa segue atrás de nomes para reforçar o elenco comandado por Rodrigo Santana. A cúpula já entrou em acordo pelo atacante Luciano, hoje emprestado ao Fluminense, mesmo que adote cautela ao falar sobre o tema.

"Sempre que se fala de negociação, a tendência é criar empecilhos para que ela se concretize", disse o diretor de futebol do Galo, que tem o discurso endossado pelo treinador.

"Em relação aos reforços, a gente conversa todos os dias com a diretoria. Eles estão trabalhando, estão atrás. A cobrança entre a gente é grande. A gente sabe que, quando tem um craque no mercado, tem que ir para cima. Mas sabemos que é caro. Não conheço as finanças do clube e nem quero conhecer. A gente tem um elenco forte, mas jogadores que podem decidir são sempre bem-vindos", comentou o técnico Rodrigo Santana.

A diretoria do Atlético não é a única incumbida de trabalhar neste momento. Rodrigo Santana e seus auxiliares precisam manter o elenco animado para as disputas de Brasileirão e Copa Sul-Americana.

O Galo está nas oitavas de final da Sul-Americana diante do Botafogo. O jogo de ida será em 24 de julho, no Engenhão. A volta será em 31 do mesmo mês no Independência. Fábio Santos espera que os duelos contra o arquirrival Cruzeiro sirvam de lição no torneio continental.

"É tentar tirar alguma coisa de bom. Agora temos a Sul-Americana pela frente, que é o único torneio de mata-mata (que resta ao Galo). Que sirva de lição. Não podemos fazer nenhum jogo como fizemos no Mineirão. É consertar. A gente sai muito forte daqui", disse.

No Campeonato Brasileiro 2019, a situação é boa. O clube é o quarto colocado do torneio, com 19 pontos, sete a menos que o líder Palmeiras. Rodrigo Santana, técnico do clube, espera que os jogadores mantenham a vontade apresentada nos jogos contra o arquirrival.

"Toda desclassificação é muito ruim. Todos saíram de campo com aquela sensação de que deram o melhor. É o que temos que cobrar deles e que eles estão se cobrando dentro do vestiário. No domingo, não pode ser diferente. Quem quiser estar dentro dos 11 tem que sair de campo assim, cobrando o melhor. A gente sempre vai ter que correr assim. Quem correr assim estará dentro dos 11 iniciais", comentou.

"A gente cresce muito nas derrotas. Vale de lição. Nosso primeiro jogo da decisão será no Rio de Janeiro. Fica essa lição para a gente, vamos bater nessa tecla. Antes de pensarmos na Sul-Americana, vamos pensar no Fortaleza. Quem tiver condições de jogo vai estar em campo", concluiu.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no primeiro parágrafo desta matérias, o jogo Atlético-MG x Cruzeiro foi válido pela volta das quartas de final da Copa do Brasil, e não pela ida. O erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.

Mais Futebol