Topo

Maratona de viagens e Libertadores devem manter plano de rodízio de Felipão

Felipão deve fazer mudanças na equipe titular do Palmeiras para pegar o Ceará - Amanda Perobelli/Reuters
Felipão deve fazer mudanças na equipe titular do Palmeiras para pegar o Ceará Imagem: Amanda Perobelli/Reuters

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

19/07/2019 04h00

A eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil diante do Internacional, nos pênaltis, na última quarta-feira no Beira-Rio, não deve mudar os planos do Palmeiras de poupar titulares na partida de amanhã contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro. Com uma maratona desgastante de viagens e de olho na Libertadores, o técnico Luiz Felipe Scolari tende a manter o rodízio na equipe.

Após o jogo contra o Inter, o Palmeiras treinou ontem em Porto Alegre no CT do Grêmio e embarcou para a capital cearense. Hoje à tarde, o time faz uma atividade no CT do Fortaleza e pega amanhã o Ceará, às 19h, no Castelão. O destino seguinte será a cidade de Mendoza, na Argentina, onde o alviverde enfrenta o Godoy Cruz na terça-feira (23) pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.

Desta forma, o time contra o Ceará terá novidades. Antônio Carlos, Edu Dracena, Victor Luís, Thiago Santos e Raphael Veiga são alguns dos nomes que devem ganhar uma oportunidade na equipe. Outra possibilidade é a presença de Ramires pela primeira vez entre os relacionados - o volante viajou com a delegação a Porto Alegre, mas ficou fora do banco de reservas contra o Inter.

Já Moisés, outro jogador que provavelmente receberia uma chance, deve ser desfalque de última hora. O meio-campista foi liberado da delegação ontem para viajar de volta a São Paulo a fim de negociar sua transferência para o futebol chinês.

Sem perder há 33 rodadas no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras lidera a competição de forma isolada, mas viu a vantagem para o Santos cair de cinco para três pontos depois da última rodada.

No ano passado, a estratégia de rodar os times entre as competições foi avaliada como um sucesso e considerada fundamental para que o Alviverde conquistasse a Série A e chegasse às semifinais tanto da Copa do Brasil como da Libertadores.