Topo

Brasileirão - 2019


Barroca encara Santos de Sampaoli em duelo de posse de bola

Eduardo Barroca terá um especial duelo contra Jorge Sampaoli neste domingo, no Nilton Santos - false
Eduardo Barroca terá um especial duelo contra Jorge Sampaoli neste domingo, no Nilton Santos

Do UOL, no Rio de Janeiro

21/07/2019 04h00

A partida entre Botafogo e Santos marcará o duelo de dois treinadores que gostam de jogar com a posse de bola. Mais que isso. Representará o encontro entre um promissor treinador com outro mais consolidado na carreira. Para Eduardo Barroca duelar contra Jorge Sampaoli será mais que especial neste domingo, no Nilton Santos.

Barroca tem feito um bom trabalho em seu primeiro contato com o futebol profissional. Fez o Botafogo ficar com a posse da bola, mas ainda precisa de alguns ajustes. O time, por exemplo, tem tido poucas finalizações nas partidas mesmo diante de bons resultados.

"Usei o jogo do Grêmio como exemplo para muitas coisas, até porque tivemos um tempo longo para ruminar aquela derrota. O Botafogo se sente muito bem jogando ao lado do seu torcedor. A nossa expectativa diante do Santos não é diferente. Que o nosso torcedor venha, ajude e a gente consiga traduzir isso em resultado", disse Barroca.

O treinador do Botafogo diz que sua equipe tem tido dificuldade em encarar retrancas, mas que a forma de jogar do Santos pode representar uma jogo mais aberto.

"Vou ter a oportunidade de enfrentar um profissional do nível dele (Sampaoli), e o Santos, será uma experiência enriquecedora. Espero que a gente possa fazer uma grande partida. Tenho muita confiança no grupo do Botafogo", completou o treinador.

Para a partida deste domingo, o treinador conta com o retorno de Cícero após ele desfalcar o time contra o Cruzeiro por dores musculares. Inicialmente, Bochecha perde a posição, mas ele poderá retomar a titularidade na vaga de João Paulo, que tem se apresentado abaixo do esperado.

BOTAFOGO X SANTOS

Data e hora: 21/07/2019, às 11h (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Daiane Caroline Munix (MS)

Botafogo
Gatito, Marcinho, Carli, Gabriel e Gilson; Alex Santana, Cícero e João Paulo; Luiz Fernando, Diego Souza e Erik
Técnico: Eduardo Barroca

Santos
Everson; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Lucas Veríssimo e Jorge; Alison (Gustavo Henrique), Diego Pituca e Sánchez; Soteldo, Sasha e Uribe.
Técnico: Jorge Sampaoli