Topo

Marinho batiza primeiro gol pelo Santos: "Mini míssil aleatório"

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

21/07/2019 13h22

O Santos venceu o Botafogo por 1 a 0 na manhã de hoje, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, e alcançou o rival Palmeiras na liderança do torneio. O gol foi marcado pelo atacante Marinho, seu primeiro com a camisa do Peixe, e ganhou "nome" do camisa 11.

Marinho entrou na equipe após o intervalo e foi decisivo para o resultado positivo. Forçou a expulsão do lateral Gilson, deixando ambas as equipes com 10 homens em campo, e depois acertou uma bomba de fora da área. Bomba não, míssil.

"Foi um mini míssil aleatório. É diferente, né? A equipe está de parabéns. Feliz pelo gol, estava um pouco ansioso, mas com a cabeça tranquila, sabia que na hora certa iria sair", disse em entrevista ao canal Premiere, na saída do gramado.

O atacante que herdou a camisa 11 de Rodrygo, vendido ao Real Madrid (ESP), fez seu sexto jogo com a camisa do Santos e chegou a sua segunda participação em gols, uma vez que já tinha uma assistência computada.

Com a ajuda de Marinho, o Peixe chegou a 26 pontos e igualou o rival Palmeiras na liderança do Brasileirão, ficando atrás apenas pelo saldo de gols: 14 do rival contra 7 do Santos.