Topo

UOL Esporte vê TV


PC Oliveira vê lance difícil, mas diz que gol anulado da Chape foi legal

Lance do gol anulado da Chapecoense em partida contra São Paulo - Reprodução/SporTV
Lance do gol anulado da Chapecoense em partida contra São Paulo Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

22/07/2019 22h03

O São Paulo recebeu a Chapecoense hoje (22) pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time paulista começou o segundo tempo de maneira avassaladora, e marcou três gols em 10 minutos. Com o placar apontando 3 a 0 para os mandantes, a Chape diminuiu, com Gum, mas o gol, com auxílio do VAR, por impedimento.

Na opinião de Paulo César Oliveira, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, o gol poderia ser validado. O ex-árbitro admitiu que era um lance que deveria ser analisado com tecnologia de linha de impedimento, mas arriscou opinar que a posição de Gum era legal.

"Um lance de extrema dificuldade. Olha o pé do Hernanes. Vai ser traçada uma linha do pé do Hernanes pra ser comparado com o tronco do Gum. Vai ser usada computação gráfica. Mas, na minha interpretação, por essa câmera, o gol foi legal", disse Paulo César.

Após o gol ser invalidado com consulta do VAR, Paulo César voltou a analisar o lance e não mudou de ideia. Na opinião do ex-árbitro, apenas o braço de Gum estava à frente da linha de impedimento, o que não caracteriza uma jogada ilegal.

"Repare o momento da batida da falta: pé do Hernanes e a posição do Gum. Só tem o braço esquerdo do Gum, mas pela regra, o braço não conta. Por esse ângulo que a gente está analisando, e pela nossa tecnologia da linha, o gol foi legal", ratificou o comentarista.