Topo

Futebol


Jogadores minimizam sufoco e exaltam luta do Cruzeiro em empate com o River

Cruzeiro passou alguns sustos na capital argentina, mas conseguiu sair com o empate diante do atual campeão da Libertadores - REUTERS/Agustin Marcarian
Cruzeiro passou alguns sustos na capital argentina, mas conseguiu sair com o empate diante do atual campeão da Libertadores Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian

Do UOL, em Belo Horizonte

23/07/2019 21h55

O Cruzeiro foi a Buenos Aires e conseguiu sair de lá com um resultado positivo, empatando em 0 a 0 com o River Plate, atual campeão da Libertadores. A equipe mineira teve dois tempos muito distintos e passou aperto em alguns momentos, mas superou até um pênalti a favor dos anfitriões no último lance, que acabou desperdiçado pelo atacante Matías Suárez. No final da partida, a igualdade foi celebrada por Dedé e Fábio.

"Foi um bom resultado, mas comemorar é só com a classificação. Jogo difícil, o River Plate tem história, é o campeão, está defendendo o título. Fizemos um bom jogo, com pressão. Se tivéssemos um pouco mais de tranquilidade dava para sair com o gol. Nosso setor ofensivo ajudou bastante na defesa. Agora temos que ajudar o setor ofensivo a produzir também. Eles fizeram por onde, nos ajudaram. Então, saio daqui contente com o que a equipe produziu", falou o zagueiro, bastante requisitado na defesa, mas que deu conta do recado, principalmente nas jogadas de bola aérea.

O trabalho que Fábio teve debaixo das traves foi tão importante quanto os cortes de Dedé. No primeiro tempo, o goleiro fez pelo menos duas boas defesas e ainda contou com a sorte ao ver Nacho Fernández isolar a bola depois do rebote. Na etapa final, Fábio ainda teve trabalho principalmente no final do jogo, em finalizações de Suárez e Pratto, de cabeça. No último lance, contou com a sorte mais uma vez e viu a equipe da casa desperdiçar um pênalti que daria a vitória aos argentinos.

"Normal (a pressão do River), dentro da competição, o River estava procurando o resultado positivo. Agora temos um jogo em casa, eles sabem que a equipe é forte dentro do Mineirão, que vamos fazer o melhor e que as oportunidades irão aparecer. Espero que a gente seja feliz no jogo da volta e que nosso ataque esteja em uma noite inspirada para criar bastante e finalizar bem", disse o goleiro, também em entrevista à TV Globo.

Agora, Cruzeiro e River Plate voltam a se encontra na próxima terça-feira, no Mineirão. Para chegar às quartas de final, o Cruzeiro precisa vencer por qualquer placar. Ao River, um triunfo ou um empate com gols são suficientes para avançar de fase.

Mais Futebol