Topo

Fluminense encerra jejum de oito jogos e quer levar reação ao Brasileirão

Trabalho de Fernando Diniz foi exaltado no Fluminense mesmo diante de resultados ruins - Mailson Santana
Trabalho de Fernando Diniz foi exaltado no Fluminense mesmo diante de resultados ruins Imagem: Mailson Santana

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/07/2019 06h19

Eram oito jogos sem sair de campo vitorioso, com quatro empates e quatro derrotas. Os resultados castigam o trabalho do técnico Fernando Diniz, que busca um futebol ofensivo com muita posse de bola. Pressionado, o Fluminense deu a resposta na Copa Sul-Americana ontem, quando fez 2 a 1 no Peñarol, pelas oitavas de final, e encerrou o jejum.

Após o jogo, o alívio estava estampado na cara dos jogadores. Yony González, autor dos dois gols da equipe, deixou claro que o sistema de jogo é importante para o Fluminense e que acreditar no potencial do time é importante mesmo em momentos complicados da temporada. Para isso, a confiança conquistada nesta quarta-feira deve ser levada para dentro de campo na disputa do Campeonato Brasileiro.

É que a situação do Fluminense está complicada na principal competição nacional. Com 9 pontos conquistados, o time está na 17ª posição, na zona de rebaixamento. A diretoria se mostra confiante no trabalho de Fernando Diniz, mas uma reação é esperada o mais rápido possível.

"O mais importante era o time ganhar. Foi algo falado que vínhamos jogando bem e que falta o resultado recentemente. Espero verdadeiramente que tenha sido a primeira de muitas vitórias. Que levamos isso também para o Brasileiro", disse o técnico.

Igor Julião parecia não concordar muito com a premissa. Para ele, os jogadores estavam confiantes no trabalho mesmo durante o período de oito jogos sem vencer. Segundo o lateral direito, a pressão citada pelos jornalistas não era sentida pelos atletas.

"Essa pressão é criada pela imprensa. Ficamos tristes pela falta de vitórias, mas sabemos da nossa qualidade, e o trabalho é bem feito. Vamos seguir trabalhando da mesma forma que nas derrotas", completou Julião.

Com o resultado, o Fluminense pode empatar ou até perder por 1 a 0 que avançará às quartas de final graças à regra do gol qualificado. Em caso de vitória do Peñarol por 2 a 1 a vaga será definida nos pênaltis. Se o time visitante vencer por um gol de diferença a partir de 3 a 2 ou por dois ou mais gols de diferença, a vaga fica com os uruguaios.