Topo

Nico López "volta para casa" e revive dúvidas com longo jejum no Inter

Nico López quer voltar a comemorar gols pelo Internacional pela Libertadores - Ricardo Duarte/Inter
Nico López quer voltar a comemorar gols pelo Internacional pela Libertadores Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/07/2019 04h00

Nico López está "de volta em casa". Cria do Nacional, o jogador enfrentará o clube de sua formação na noite de hoje (24), em jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. O atacante do Inter busca retomar o bom momento e já convive com dúvidas por conta do longo período sem marcar gols.

São 17 jogos desde o último gol, contra o River Plate, no Beira-Rio, pela fase de grupos da Libertadores. Ao todo, 1.393 minutos sem balançar as redes adversárias. Um longo período que, somado, dá 112 dias.

Nico tem oscilado tecnicamente. Durante os jogos, cria boas chances na mesma medida que perde jogadas. Contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil, teve uma boa chance de gol, fez o correto ao concluir forte e no canto, mas não levou sorte pois o goleiro Weverton defendeu.

Apoiado pelos companheiros e pela comissão técnica, o atacante se mostra empenhado em resolver este problema num lugar em que foi tão feliz e conhece tão bem.

"O Nico está com tesão de enfrentar o Nacional, quer fazer o gol. Ele está com vontade, tentando chutar de longe que é o melhor que tem, chute forte, técnica, acho que irá fazer um gol, porque está com vontade de fazer contra o seu ex-time", disse o companheiro de ataque Paolo Guerrero.

Nico jogou pelo Nacional no início da carreira. Depois de se profissionalizar em 2011 e 2012, com apenas 18 anos foi vendido para a Roma, da Itália. Passou pelos também italianos Udinese e Hellas Verona, pelo Granada, da Espanha, e voltou ao Nacional em 2016, emprestado.

No time uruguaio, na segunda passagem, marcou 11 gols em 21 jogos e chamou atenção do continente na Libertadores. Acabou contratado pelo Inter no meio de 2016 como grande reforço daquela temporada.

Mas no início pelo Colorado conheceu oscilação e dúvidas. Não conseguiu sequência no ano do rebaixamento para Série B, foi reserva boa parte da temporada seguinte, e ainda assim marcou 17 gols e participou de 53 jogos. E conheceu o protagonismo realmente ano passado, quando fez 14 gols em 10 partidas.

Neste ano, Nico começou bem marcando gols, dando assistências, e enfrenta o primeiro momento de queda. Soma, ao todo, seis gols em 26 jogos. A metade dos gols foi pela Libertadores.

"Com certeza o Nico é muito habilidoso, rápido, com técnica incrível. Ele faz gols e dá assistências. Me entrosei muito bem com ele e com todos que joguei até agora. Estou muito feliz de fazer parte deste grupo", completou Guerrero.

FICHA TÉCNICA
NACIONAL X INTERNACIONAL

Data e hora: 24/07/2019 (quarta-feira), às 19h15 (Brasília)
Local: estádio Parque Central, em Montevidéu (URU)
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Auxiliares: Gabriel Chade e Júlio Fernández (ambos argentinos)
Árbitro de vídeo: Gery Vargas (BOL)

NACIONAL: Mejía; Cotugno, Corujo, Felipe Carvalho e Viña; Rafael García, Gabriel Neves, Matias Zunino, Gonzalo Castro e Kevin Ramírez; Gonzalo Bergessio.
Técnico: Álvaro Gutiérrez.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, D'Alessandro (Nonato) e Nico López; Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann