Topo

Futebol feminino


Fifa anuncia que próxima Copa do Mundo feminina terá 32 seleções

Em 2019, na oitava edição oficial da Copa feminina, a seleção dos Estados Unidos foi campeã - Bernadett Szabo/Reuters
Em 2019, na oitava edição oficial da Copa feminina, a seleção dos Estados Unidos foi campeã Imagem: Bernadett Szabo/Reuters

Do UOL, em São Paulo

31/07/2019 14h40

A Fifa decidiu hoje (31), com unanimidade, que a próxima edição da Copa do Mundo feminina terá 32 seleções. A edição disputada neste ano, na França, contou com a participação de 24 equipes.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, atribui esta decisão ao "enorme sucesso da Copa do Mundo da França, que deixou muito claro que precisamos dar passos concretos em prol do crescimento do futebol feminino". Ele disse estar muito feliz com a resolução.

Serão oito grupos de quatro seleções. Até hoje, depois de oito edições oficiais, o Mundial das mulheres ainda não teve uma com 32 países envolvidos. Ou seja, isto ocorrerá pela primeira vez em 2023, mas ainda não se sabe onde a próxima Copa ocorrerá.

A aprovação deste projeto terá impacto no processo de candidaturas para o país-sede da próxima edição. O Brasil havia feito inscrição no processo, assim como Argentina, África do Sul, Austrália, Japão, Coreia do Sul, Colômbia, Bolívia e Nova Zelândia.

Agora, a Fifa anuncia mudanças neste calendário. Os nove países que se candidataram anteriormente deverão confirmar, ainda em agosto de 2019, se querem ou não continuar na disputa. Os novos interessados também terão este mês para se manifestar.

Posteriormente, o prazo para a confirmação das candidaturas e apresentação dos projetos é dezembro deste ano. A entidade que rege o futebol mundial espera anunciar a escolha do país-sede em maio de 2020.

Mais Futebol feminino