Topo

Grêmio recusou proposta de R$ 200 milhões de time chinês por Everton

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

05/08/2019 23h28

O Grêmio recusou proposta de um clube chinês por Everton. A oferta foi apresentada na reta final da janela de transferências do país asiático e no valor de 45 milhões de euros (R$ 200,8 milhões na cotação atual). A posição do time gaúcho é justificada pela divisão dos direitos econômicos do atacante e consequente repartição das cifras.

O Grêmio detém 50% dos direitos econômicos de Everton Cebolinha. No cenário apresentado pelos chineses, o clube gaúcho ficaria com 22,5 milhões de euros (R$ 100,4 milhões). A ideia da diretoria é obter valor próximo a 40 milhões de euros pela metade dos direitos do atleta.

A informação divulgada pelo jornal Correio do Povo e confirmada por dirigentes do Grêmio ao UOL Esporte. A diretoria não confirma o nome do clube que apresentou oferta.

O período de negociações no futebol da China fechou na semana passada. A diretoria gremista respondeu a procura com os valores que considera necessários para acordo e não houve tempo para prosseguimento das tratativas.

Antes da oferta chinesa, o Grêmio se reuniu com representantes de Everton e ouviu sobre o interesse de Arsenal e Napoli. O clube inglês sinalizou que poderia pagar até 40 milhões de euros por 100% dos direitos econômicos de Cebolinha. Os dirigentes gremistas refutaram o negócio no molde proposto e dias depois, a equipe de Londres fechou com Pépé, destaque no Lille, da França.