Topo

Esporte


Manchester City goleia West Ham com show de Sterling e influência do VAR

Sterling comemora gol marcado para o Manchester City contra o West Ham - Reuters/John Sibley
Sterling comemora gol marcado para o Manchester City contra o West Ham Imagem: Reuters/John Sibley

Do UOL, em São Paulo

10/08/2019 10h21

Atual campeão inglês, o Manchester City estreou na nova temporada sentindo a influência do VAR. Na vitória por 5 a 0 sobre o West Ham, fora de casa, os comandados de Pep Guardiola tiveram dois gols analisados pela tecnologia: um foi validado e outro, anulado.

Os gols do Manchester City foram marcados por Sterling, três vezes, Gabriel Jesus e Sergio Agüero. O brasileiro também foi o responsável pelo gol que acabou anulado pelo VAR.

Na próxima rodada, o Manchester City receberá o Tottenham, em 17 de agosto. No mesmo dia, o West Ham visitará o Brighton.

Foi bem: Sterling

Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

A velocidade de Sterling foi fundamental para a vitória do Manchester City. A rápida movimentação do atacante complicou a vida da defesa do West Ham e resultou no segundo gol do City, após passe de De Bruyne. O inglês ainda faria mais dois gols no jogo, aos 29 e 46 minutos do segundo tempo. Em um ótimo jogo do atacante, ele ainda deu a assistência para o gol de Gabriel Jesus, que acabou anulado pelo VAR.

Foi mal: Defesa do West Ham

Ian KINGTON / AFP
Imagem: Ian KINGTON / AFP

Se a velocidade de Sterling foi destaque, a lentidão da defesa do West Ham foi o ponto fraco. Com dificuldade para acompanhar o intenso ritmo do ataque do Manchester City, os defensores sofreram. O principal exemplo foi no primeiro gol, quando Walker disparou pela direita e cruzou rasteiro para Gabriel Jesus balançar as redes. No lance, Diop não conseguiu cortar e Balbuena perdeu a disputa com o atacante brasileiro.

Cronologia do jogo

Ian KINGTON / AFP
Imagem: Ian KINGTON / AFP

O Manchester City abriu o placar aos 24 minutos. Walker cruzou, Diop tentou cortar e Gabriel Jesus mandou para o fundo das redes. Aos 5 minutos do segundo tempo, Sterling marcou o segundo gol do City, após passe de De Bruyne.

Os comandados de Pep Guardiola ainda voltaram a balançar as redes aos 29 minutos do segundo tempo. Mahrez encobriu a zaga, e Sterling tocou de cobertura para superar Fabianski.

O último gol do Manchester City saiu aos 40 minutos do segundo tempo. Após o VAR mandar voltar a primeira batida de pênalti, Agüero balançou as redes.

VAR valida e anula gols do City

REUTERS/David Klein
Imagem: REUTERS/David Klein

A primeira interferência do VAR em uma marcação da arbitragem demorou 1min02s. Aos 8 minutos, Zinchenko tocou para Sterling, que cruzou para Gabriel Jesus apenas completar para o fundo das redes. A tecnologia de vídeo, no entanto, enxergou que o ombro de Sterling estava à frente do lateral Fredericks, invalidando o gol.

Aos 29 minutos do segundo tempo, o VAR voltou a ser acionado. Mahrez encobriu a zaga e Sterling tocou por cobertura na saída de Fabianski. Na análise da tecnologia de vídeo, a cintura de Balbuena dava condições ao inglês no lance.

VAR "salva" Agüero

Reuters/John Sibley
Imagem: Reuters/John Sibley

Em uma interferência menor, mas tão importante quanto às outras, o VAR permitiu o quarto gol do Manchester City. Aos 37 minutos do segundo tempo, Mahrez tentou driblar Diop e foi derrubado. Na cobrança, Agüero chutou e Fabianski defendeu.

O VAR, contudo, mandou voltar o pênalti por causa da invasão de Rice à área. Na segunda tentativa, Agüero mudou o canto e balançou as redes.

Mais Esporte