Topo

Avalizado pelo elenco, Rogério Ceni precisará recuperar o Cruzeiro

Rogério Ceni é o novo treinador do Cruzeiro - Anderson Lira/Brazil Photo Press/Folhapress
Rogério Ceni é o novo treinador do Cruzeiro Imagem: Anderson Lira/Brazil Photo Press/Folhapress

Do UOL, em Belo Horizonte

12/08/2019 04h00

Avalizado pelo elenco, Rogério Ceni terá um dos maiores testes de sua curta carreira como treinador na chegada ao Cruzeiro. O ex-goleiro do São Paulo precisará recuperar o time mineiro após a saída de Mano Menezes, ocorrida na última quarta-feira (7), logo após a derrota por 1 a 0 para o Internacional no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Contratado até dezembro de 2020, o técnico tem como primeira obrigação recuperar a confiança de seus futuros comandados. Essa é uma percepção do próprio grupo.

"É trazer a confiança para os nossos jogadores. Não podemos sofrer tanto tática e tecnicamente. Vai voltar a confiança. A gente sai aliviado por não perder esse ponto, com um a menos ter feito o gol no finalzinho. Teremos um grande treinador. Teve uma passagem por um excelente time do Brasil, o São Paulo. Ele pegou experiência de duas situações para nos ajudar aqui", disse o zagueiro Dedé.

A obrigação de Rogério Ceni é algo que foi discutido inclusive entre os próprios jogadores nos últimos dias. Embora todos adotem um discurso mais ameno e sem dar detalhes, já houve uma conversa do plantel para falar sobre a chegada do comandante.

O primeiro papo sobre a sua possível contratação ocorreu ainda em Belo Horizonte, dias após o revés para o Inter. A diretoria consultou o elenco sobre o negócio e recebeu o aval do grupo.

"A gente ficou feliz com o nome contratado pelo Cruzeiro, mas não deu tempo para a gente conversar. A gente tem que trabalhar essa semana. A gente vai saber usar o que tem de melhor para voltar confiante", comentou Dedé.

Rogério Ceni chega à Toca da Raposa II após o pedido de demissão de Mano Menezes e em um cenário nada favorável. Eliminado da Copa Libertadores, o Cruzeiro está há nove partidas sem vencer - quatro derrotas e cinco empates no período. O último resultado positivo foi o 3 a 0 sobre o arquirrival Atlético-MG.